Início Viagens Alte: esta aldeia de Loulé é a mais típica e bonita do...

Alte: esta aldeia de Loulé é a mais típica e bonita do Algarve

Fica em Loulé, tem uma cascata e é a aldeia mais típica do Algarve (e uma das mais bonitas). Descubra a fantástica aldeia de Alte.

4255
1
Alte
Alte

A aldeia de Alte, que já foi considerada a mais típica de Portugal, continua fiel às suas origens, mercê de um investimento de recuperação e manutenção efectuado pela autarquia, no sentido de preservar os seus traços originais, onde a Igreja Matriz, provavelmente edificada nos anos 1500, continua a ser a mais antiga referência histórica de Alte.

Alte
Alte

A pitoresca aldeia é localizada numa paisagem em mudanças entre o fértil Barrocal e a montanhosa Serra do Caldeirão, conhecida como a aldeia mais típica de todo o Algarve. A aldeia está rodeada de campos férteis ao longo do riacho da Ribeira de Alte, sendo o mesmo um destino muito popular para excursões.

Alte
Alte

No topo da colina é a parte mais antiga da aldeia com uma vista maravilhosa para o vale do riacho, estando agrupada em torno da Igreja da Nossa Senhora da Assunção, tendo a mesma uma entrada notável ao Estilo Manuelino.

Alte
Alte

O vale abaixo da Ribeira de Alte é sustentado por duas fontes, a Fonte Pequena e a Fonte Grande, e a bela região circundante com vários restaurantes, um palco ao ar livre e uma belíssima zona de passeio enfeitado pelo sombreado de árvores antigas sendo por demais atraente para descansar ou mesmo apenas para fazer um harmonioso passeio.

Podemos também encontrar um monumento em honra do filho mais famoso da aldeia, o poeta Francisco Xavier Cândido Guerreiro.

Alte
Alte

A aldeia, a Fonte Grande e toda a zona envolvente, caracterizada pelo ambiente pitoresco que a rodeia, são visitadas anualmente por muitos milhares de turistas que se demoram nos restaurantes e nos cafés da localidade, depois de terem adquirido o artesanato tradicional da terra, como os doces regionais, os brinquedos de madeira, a olaria e os trabalhos de esparto.

Alte
Alte

As casas são brancas e simples e com poucas açoteias, mas possuem as mais belas chaminés rendilhadas do Algarve. A arquitectura dos edifícios circundantes é típico do Algarve, casas de muros brancos decorados com decorativos e coloridos azulejos, chaminés tradicionais e ruas pavimentadas com a típica calçada Portuguesa.

Do património histórico desta maravilhosa aldeia fazem também parte a Igreja Matriz, do século XIII, e a Capela de São Luís.

Alte
Alte

Alte Aldeia Cultural e a Festa do 1º de Maio são, sem dúvida, os momentos mais altos dos festejos levados a efeito ao longo do ano. Uma vez por ano, a aldeia é o palco de um evento muito popular para os ciclistas todo o terreno, a Maratona BTT Alte, tendo nas colinas circundantes o desafio deste tão esperado percurso.

Alte
Alte

A Ribeira de Alte percorre a localidade com a sua água fresca que se faz ouvir por toda a povoação, conferindo um ar fresco e puro à Aldeia de Alte. De facto, a água é ponto importante nesta Aldeia, onde ainda hoje nos deparamos com as Fontes Pequena e Grande, nascentes que durante séculos foram local de encontro das mulheres da aldeia que aí se deslocavam para encherem os cântaros de água e lavarem a roupa.

Ribeira de Alte
Ribeira de Alte

Hoje é um local aprazível convidando a um bom piquenique e a umas horas de descanso em plena Serra algarvia, a 40km da solicitada Costa Algarvia. Outrora uma aldeia de produção exclusivamente agrícola, reparte hoje a sua economia com a força da indústria Turística, mantendo o seu traço típico, mas já bem fornecida de serviços e comércio.

Alte
Alte

Restauração, lojas de artesanato, onde os melhores produtos típicos da região aqui se comercializam, marcando a importância do fabrico manual com a produção regional, como é o caso da aguardente de medronho, hoje proibida, do mel, da olaria ou do queijo.

Alte
Alte

No Polo Museológico do Esparto demonstram-se, por exemplo, os utensílios utilizados pelas mulheres e homens para transformar a planta em cordas.

Alte
Cascata de Alte

A Cascata de Alte (Queda do Vigário) despenha-se a pique a 24 metros de altura caindo num grande lago que se assemelha a um alguidar, num local de grande beleza natural. Há quem afirme que esta é uma queda de água artificial, construída no século XVII por Duarte de Melo Ribadeneyra para conduzir as águas da ribeira para o Tanque Grande e daí regar o pomar do Morgado.

Cascata de Alte
Cascata de Alte

O espaço sofreu remodelações recentes, tornando-o ainda mais aprazível e propicio a momentos de lazer. O acesso a este bonito espaço faz-se, após o estacionamento, junto ao cemitério, numa descida de cerca de 300 metros.

1 COMENTÁRIO

  1. “Mercê de um investimento de manutenção e recuperação efectuado pela autarquia” . Importa sublinhar que a autarquia de Loulé não tem qualquer projeto de investimento na recuperação de edifícios na aldeia, tudo o que está recuperado é investimento particular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here