Início Gastronomia Alimentação saudável: 11 benefícios da dieta mediterrânica

Alimentação saudável: 11 benefícios da dieta mediterrânica

A dieta mediterrânica é uma das dietas mais saudáveis em todo o mundo. Descubra os benefícios de seguir uma alimentação deste tipo.

0
dieta mediterrânica
Dieta mediterrânica

Não há qualquer dúvida: a dieta mediterrânica é uma das mais saudáveis do mundo. Basta olhar para a esperança média de vida das populações que a seguem: Portugal, Espanha, Itália e Grécia são dos países do mundo onde se vive mais e melhor e isto está relacionado directamente com a comida.

A dieta mediterrânica é constituída por uma enorme variedade de alimentos. No entanto, é possível destacar os mais comuns: peixe fresco, fruta da época, vegetais, cereais e produtos lácteos. Um dos grandes segredos desta dieta é que ela utiliza produtos endógenos, ou seja, produtos típicos da região.

No entanto, com a globalização, hoje em dia é possível ter acesso a todos estes produtos em qualquer parte do mundo. Há muito tempo que o azeite, por exemplo, deixou de ser privilégio apenas de portugueses, espanhóis, italianos ou gregos. A dieta mediterrânica pode ser seguida por qualquer pessoa em qualquer lugar. Basta motivação!

Se pretende ter mais anos de vida, ter uma dieta saudável e uma alimentação equilibrada, a dieta mediterrânica é uma das melhores opções. Descubra alguns dos seus muitos benefícios para a saúde.

1. Combate o mau colesterol

Entre as principais características da dieta mediterrânica está o consumo abundante de frutos do mar, peixe e legumes, em oposição à ingestão moderada de carne vermelha.

O consumo deste tipo de alimentos esta relacionado com a diminuição dos níveis de colesterol, o que contribui para uma melhor saúde em geral.

2. É benéfica para o coração

A dieta mediterrânica ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares porque reduz a pressão arterial alta graças à presença de ácidos gordos insaturados combinados com os nitratos e nitritos presentes nos vegetais.

Estes ácidos gordos podem ser encontrados em nozes, peixes, azeitonas e abacate, entre outros. Quanto ao consumo de peixe, deve optar, sempre que possível, por escolher peixes magros (se não sabe quais são, pode clicar neste link para saber mais sobre os peixes magros).

3. Previne derrames cerebrais

A dieta mediterrânea reduz significativamente o risco de sofrer derrames cerebrais pois é rica em nozes e azeite, alimentos que contribuem para diminuir a pressão sanguínea.

No entanto, convém sempre referir que não há alimentos com propriedades milagrosas e capazes de funcionar isolados. Para manter uma boa saúde e prevenir certas doenças, deve seguir sempre as orientações do seu médico.

4. Ajuda a evitar problemas de estômago

Nitritos de vegetais verdes combinados com polifenóis (substâncias antioxidantes) em maçãs e vinho tinto funcionam como protector gástrico. Desta forma, são evitadas doenças estomacais como úlceras, por exemplo. Além de ser óptima para curar estas doenças, a dieta mediterrânica também contribui para as prevenir.

5. Diminui o risco de Alzheimer e demência

O ovo é um elemento importante na dieta mediterrânica. Ao consumir este alimento, as funções cerebrais são aprimoradas graças a uma melhoria geral do estado dos vasos sanguíneos. Portanto, a probabilidade de deterioração mental diminui, contribuindo assim para prevenir certas doenças, como Alzheimer ou demência.

6. Previne a diabetes

Graças a uma dieta baixa em gorduras e sobremesas adoçadas, a dieta mediterrânica ajuda a controlar a diabetes tipo 2.

7. Aliada contra a obesidade

O equilíbrio adequado dos alimentos, o consumo moderado de hidratos de carbono, açúcares e bebidas pasteurizadas ou carbonatadas, bem como a presença de vegetais, “boas” gorduras e proteínas, permitem tanto a perda de peso quanto a manutenção do peso ideal.

8. Ajuda a prevenir o mal de Parkinson

Os alimentos desta dieta têm um grande poder antioxidante, o que evita a deterioração celular e reduz os riscos de sofrer da doença de Parkinson.

9. Mantém os ossos saudáveis

A ingestão adequada de produtos ricos em cálcio ajuda a fortalecer os ossos, permitindo evitar fracturas e outras doenças como a osteoporose, por exemplo. Sendo a dieta mediterrânica rica em alimentos derivados do leite, o seu consumo é essencial caso pretenda manter os seus ossos saudáveis.

10. Melhora o rendimento físico

Os alimentos mais comuns na dieta mediterrânica promovem firmeza e força muscular, o que se traduz numa melhor condição física, independentemente da idade. Obviamente, tudo isto deve ser acompanhado por uma vida activa e pela prática de exercício físico regular.

11. Retarda o envelhecimento

A abundância de antioxidantes e cálcio implica uma melhor saúde física e, com isso, uma vida saudável, longa e produtiva. Além disso, o consumo de alimentos típicos da dieta mediterrânica ajuda a prevenir várias doenças e, com isso, a aumentar a esperança média de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here