Início Sociedade Os 13 esquemas fraudulentos e burlas financeiras mais frequentes em Portugal

Os 13 esquemas fraudulentos e burlas financeiras mais frequentes em Portugal

São cada vez mais frequentes e por isso mesmo o alerta e a divulgação é fundamental: os 13 esquemas fraudulentos mais frequentes em Portugal.

0

O crime sempre existiu. No entanto, com a chegada e a massificação da internet, os criminosos procuraram adaptar-se aos tempos modernos e começaram a criar novas formas de enganar as pessoas. Sendo a internet cada vez mais utilizada por pessoas de todas as idades e de estratos sociais e culturais, é importante criar mecanismos de alerta contra fraudes e burlas muitos frequentes online.

Existem burlas mais evidentes do que outras. Algumas ganham até fama e são reconhecidas por toda a gente, embora muitos continuem a cair no conto do vigário e, sobretudo, na tentação de dinheiro fácil.

Os esquemas em pirâmide são uma das burlas mais frequentes em Portugal e, com a internet, massificaram-se ainda mais. Mas a fraude pode estar presente até em coisas menos óbvias, como anúncios de vendas de carros, por exemplo. Fique a par das burlas mais frequentes em Portugal.

 

1. ESQUEMAS EM PIRÂMIDE

Os esquemas em pirâmide apresentam-se sob diferentes nomes e disfarces (também conhecidos por vendas «em cadeia» ou de «bola de neve»). O seu objectivo é ganhar dinheiro recrutando pessoas, em vez de vender um produto legítimo ou de fornecer um serviço (o consumidor dá a sua própria contribuição em troca da possibilidade de receber uma contrapartida que decorra essencialmente da entrada de outros consumidores no sistema).

A maior parte dos participantes nunca recebe dinheiro. A maioria perde todo o dinheiro que pagou para participar. Alguns perderam as poupanças de toda uma vida.

O que deve procurar?

Se a proposta lhe oferece uma compensação financeira para recrutar pessoas e,

  • oferece bens e serviços de valor baixo ou duvidoso, que só servem para promover o esquema
  • não tem bens ou serviços para vender
  • exige que compre grandes quantidades de bens (mais do que precisa para si próprio)

 

2. OFERTAS NÃO SOLICITADAS, ‘PRÉMIOS’, LOTARIAS, SERVIÇOS MILAGROSOS E SISTEMAS DE APOSTAS

Os vigaristas irão enviar-lhe bens gratuitos, “bilhetes premiados” ou convites para o instigarem a aceitar uma fraude. Podem pedir-lhe que pague um valor inicial, que compre algo para “ganhar” um prémio ou qualquer outro benefício, ou que ligue para um número de telefone ou de fax, ou que responda a um e-mail. Algumas fraudes utilizam o sistema postal para vender produtos ou obter dinheiro mediante a oferta de algo que nunca irá receber.

O que deve procurar?

  • um convite para participar em qualquer tipo de lotaria ou prémio de sorteio
  • ofertas ou bens não solicitados provenientes de qualquer fonte
  • um pedido para pagar um valor inicial para receber mais “benefícios”
  • uma oferta proveniente de um sorteio não registado
  • uma oferta de benefícios especiais (por exemplo, fortuna, amor, saúde) provenientes de pessoas que invocam poderes supostamente de vidência
  • uma oferta de um “sistema” de apostas que garante vencedores
  • um pedido para ligar para um número de telefone, ou responder a um e-mail a fim de reclamar um prémio

 

3. FRAUDE DE PAGAMENTO ADIANTADO (FRAUDE NIGERIANA)

Desde o início da década de noventa que muitas pessoas em Portugal recebem correspondência conhecida por “cartas da Nigéria”. Nos primeiros anos, cartas, alguns telex’s e fax’s; recentemente sob a forma de e-mail. Nesta fraude o engodo é o dinheiro fácil.

O que deve procurar?

  • uma proposta para transferir fundos monetários para o estrangeiro (por exemplo, a Nigéria ou o Iraque)
  • um pedido inesperado de informações sobre a sua conta bancária para transferir fundos monetários para o estrangeiro

 

4. FALSA FACTURAÇÃO E OPERAÇÕES BANCÁRIAS FRAUDULENTAS POR E-MAIL

A fraude pode parecer surpreendentemente genuína. Os vigaristas enviam contas falsas e e-mails fraudulentos alegando serem provenientes de uma organização legítima, do seu banco, da empresa de cartões de crédito ou de algum outro serviço que utilize.

O que deve procurar?

  • uma notificação de pessoas que reclamam o pagamento de encomendas efectuadas anteriormente, por si ou por alguém da sua família;
  • um aviso de cobradores de dívidas que exigem o pagamento de facturas que desconhece;
  • um e-mail que declare ser proveniente de um banco e aparente ser oficial e solicite que envie dados pessoais (tais como o seu login, número de cartão, PIN, ou palavra-passe) através de um e-mail de resposta ou de um sítio na Internet;
  • um e-mail que lhe solicite que proceda no sentido de “reactivar a sua conta” ou “aumentar a segurança” introduzindo os seus dados num sítio da Internet com ligação a partir do e-mail.

 

5. FRAUDES COM VEÍCULOS

Num sítio da net um veículo é apresentado de forma atraente, a um preço abaixo do mercado e em condições favoráveis. É dito ao consumidor que poderá testar e avaliar o veículo num determinado número de dias, normalmente sete. A entrega é prometida para um prazo curto, sem que o consumidor tenha que pagar qualquer quantia.

O que deve procurar?

  • um veículo usado a um preço bastante baixo, sendo que o seu preço em Portugal, tendo em conta a marca e modelo, é substancialmente mais caro;
  • é oferecida ao consumidor a possibilidade de o ver e testar antes da compra;
  • é prometida uma entrega rápida, normalmente cerca de dois ou três dias;
  • “Não tem que pagar nada agora, apenas no momento da venda”;
  • é referido que haverá um intermediário (empresas de “escrow”), para maior segurança, que tratará de tudo, desde o despacho do veículo até ao recebimento de todas as quantias que terá que pagar.

 

6. FRAUDES EM OPERAÇÕES FINANCEIRAS

Um contacto telefónico ou por e-mails não solicitados podem ser utilizados para promover fraudes. Para atrair e prender a curiosidade da vítima, alguns vigaristas apresentam-se como consultores em investimentos ou cooperantes comunitários de uma organização religiosa, de beneficência ou de solidariedade.

O que deve procurar?

Se receber um contacto não solicitado ou inesperado que

  • provenha de uma fonte anónima ou desconhecida, frequentemente do estrangeiro
  • ofereça retribuições monetárias acima da média
  • incite a transaccionar em moeda estrangeira

 

7. PROMOÇÕES ENGANOSAS DE TÍTULOS FINANCEIROS

Pode receber informações inesperadas, por e-mail ou de outra forma, acerca de um bom negócio de acções bolsistas de que tenha, ou não, ouvido falar. Geralmente, a promoção simula que a acção está prestes a aumentar o seu valor. Este procedimento é conhecido como “sobrevalorização”.

O que deve fazer?

Se receber uma mensagem não solicitada de um estranho que lhe oferece aconselhamento sobre o mercado de valores ou sobre as acções de uma determinada empresa, deve desconfiar que está na presença de uma fraude.

 

8. CURAS MILAGROSAS

As fraudes médicas são predadoras do sofrimento humano, do desespero e da ignorância.

Oferecem soluções onde estas não existem ou prometem simplificar tratamentos de saúde complexos.

O que deve procurar?

Para darem credibilidade à fraude, os promotores simulam frequentemente os seus esquemas sob a forma de medicamentos alternativos ou utilizam os testemunhos de individualidades famosas. Esteja atento a testemunhos que não podem ser comprovados, por exemplo: “João, de Lisboa…”.

É provável que se trate de uma fraude, se

  • alegar que é um tratamento para uma vasta gama de maleitas
  • diagnosticar situações médicas a partir de um questionário, processado em computador ou de outra forma, e se, em consequência, prescrever “medicação”, vitaminas ou suplementos
  • for vendido fora dos circuitos normais de distribuição comercial
  • tiver como fundamento a figura de um guru, ou se atribuir propriedades místicas a determinados ingredientes
  • alegar que é um medicamento alternativo, e não fornecer provas científicas ou ligações comprovadas entre a cura e os efeitos do programa promovido.

 

9. FRAUDES PARA PERDER PESO

As fraudes para perda de peso proliferam porque há pessoas que procuram, e esperam encontrar, soluções fáceis para os seus problemas e um corpo melhor com pouco esforço.

O que deve procurar?

É provável que esteja em presença de uma fraude, se

  • a oferta carecer de provas científicas ou ligações comprovadas entre o resultado e os efeitos do programa, os alimentos, o suplemento, o artigo ou o processo que é promovido.
  • for vendida fora dos circuitos normais de distribuição comercial, tais como através da Internet, por indivíduos não qualificados ou por anúncios de encomendas postais
  • reclamar uma perda de peso considerável ou rápida, como por exemplo, “perca 30 quilos em 30 dias”, “perca peso enquanto dorme”, “perca peso e mantenha-se elegante para sempre”
  • invocar que consegue fazer com que se perca peso sem exercício físico, ou sem gerir o regime alimentar
  • omitir a recomendação de supervisão médica, particularmente no caso de dietas de baixas calorias
  • anunciar que reduz a gordura ou a “celulite” em áreas específicas
  • utilizar expressões emotivas, tais como “descoberta milagrosa e exclusiva”
  • recomendar o uso exclusivo de qualquer tipo de artigo
  • anunciar que é um tratamento para uma vasta gama de maleitas e deficiências nutricionais
  • promover um ingrediente, componente ou alimento específico, como sendo o factor chave do sucesso
  • exigir grandes somas de pagamentos adiantados ou contratos de longo prazo.

 

10. FRAUDES DE AUTO-EMPREGO

Os vigaristas utilizam a Net, anúncios de jornal, o correio e a abordagem directa, para aliciar pessoas a aderirem a esquemas de auto-emprego que acabam por lhes custar em vez de lhes dar dinheiro. Quando precisa de dinheiro, os vigaristas têm sempre vantagem sobre si.

O que deve procurar?

Se a proposta

  • anunciar que gera rapidamente grandes quantias de dinheiro, sem grande esforço
  • solicitar que trabalhe a partir de casa (frequentemente, utilizando o seu computador)
  • exigir pagamento pelo “registo” ou material informativo ou de trabalho.

 

11. SPAM (COMUNICAÇÃO NÃO SOLICITADA)

Muitos vigaristas utilizam a Internet para promover fraudes através de e-mail não solicitado, conhecido por spam. O spam pode promover fraudes, tais como esquemas em pirâmide, sobrevalorização e promoções inesperadas. Existe um tipo de spam que pode promover fraudes que sejam específicas para utilizadores da Internet, tais como leilões on-line e assédio a modems.

Pode proteger-se das fraudes na Internet tomando algumas medidas simples.

O que deve procurar?

Qualquer e-mail que receba que

  • não tenha um remetente que conheça ou não seja claramente identificável
  • não lhe seja especificamente dirigido
  • prometa benefícios não solicitados

 

12. ASSÉDIO AOS MODEMS

O assédio aos modems altera o acesso das vítimas à Net e ao servidor (ISP), sem que estas se apercebam. Voltam depois a ser ligadas – sem que o saibam – a um novo servidor, que lhes cobra valores elevados por hora.

O que deve procurar?

Se um sítio informático

  • o incitar a utilizar um método de pagamento alternativo que envolva a instalação de um componente de software
  • permitir que o seu modem restabeleça uma ligação à Internet
  • se oferecer para fazer a sua facturação através do seu telefone ou da empresa de telecomunicações

 

13. LEILÕES ON-LINE

Os sítios de leilões na Internet (cuja maior parte ocorre a partir do estrangeiro) são um terreno fértil para especialistas em fraudes electrónicas.

O que deve procurar?

Se um leiloeiro

  • se recusar a fornecer-lhe todas as informações de contactos
  • pedir apenas pagamento através de transferências monetárias
  • for incapaz de lhe mostrar uma fotografia do artigo ou de fornecer pormenores do estado do artigo
  • estiver a vender artigos que parecem raros a preços demasiado bons para serem verdadeiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here