Início História Aeminium: há uma cidade perdida debaixo de Coimbra

Aeminium: há uma cidade perdida debaixo de Coimbra

Chamavam-lhe Aeminium e tem milhares de anos. Hoje, é um vestígio apenas, mas desconhecida por muitos. Descubra a cidade perdida debaixo de Coimbra.

63938
3
Aeminium
Aeminium

Debaixo da maravilhosa cidade de Coimbra há um mundo inteiro por descobrir, algo que nem alguns dos habitantes desta cidade conhecem. Falamos da antiga cidade romana de Aeminium. Esta cidade foi em tempos muito importante para o império romano, rivalizando mesmo com a vizinha Conimbriga. Aliás, naquele tempo, muitos dos habitantes de Conimbriga acabaram mesmo por se deslocar permanentemente para Aeminium para aí viverem.

Aeminium foi um importante entreposto comercial, a residência dos monarcas D. Henrique e D. Teresa, o local de nascimento do primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, e, finalmente, cidade universitária e do conhecimento.

Aeminium
Aeminium

A antiga Aeminium deixou vestígios no presente. Um deles é o criptopórtico romano, localizado no Museu Machado de Castro. Os vestígios mais antigos de Aeminium datam da era romana, quando aquele povo fundou a cidade, em colaboração e sempre protegida pela vizinha Conímbriga, a apenas 16 quilómetros de distância, na localidade de Condeixa-a-Nova.

Aeminium
Aeminium

Contudo, quando os Suevos saquearam e destruíram Conimbriga, em 465 e 468 d.C., os seus habitantes tiveram de fugir para Aeminium, aumentando a população local e ajudando a cidade a prosperar e a crescer.

Aeminium
Aeminium

O mais importante destes vestígios é o criptopórtico, uma galeria de túneis subterrâneos com vários arcos no topo, construído para suportar o Fórum Romano da antiga Aeminium.

Durante a Idade Média, o palácio de um membro do clero foi construído sobre o fórum, edifício que actualmente alberga o Museu Machado de Castro e que esconde o criptopórtico, que pode ser visitado entrando no museu.

Aeminium
Aeminium

A plataforma artificial que suportava a estrutura manteve-se inalterada até aos dias de hoje e permite que, pela primeira vez na história, o público tenha total acesso ao fórum, uma experiência que pode ser enriquecida pelas recentes descobertas.

Aeminium
Aeminium

Além das ruínas romanas, o museu tem muito mais para mostrar, desde a arqueologia à joalharia, passando pela escultura, pela pintura ou pela cerâmica. O espaço Machado de Castro dedica-se ainda a projectos de investigação e à conservação de obras de arte e de vestígios arqueológicos, bem como ao restauro.

Uma visita a Ameninium, quando está em Coimbra, é essencial para compreender a história desta cidade e para descobrir algo que muitos portugueses desconhecem. Afinal de contas, não é todos os dias que podemos experimentar como era a vida há quase 2000 anos atrás.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here