Início Cultura A palavra da Língua Portuguesa que os americanos querem copiar

A palavra da Língua Portuguesa que os americanos querem copiar

Dizem que é uma das palavras da Língua Portuguesa que melhor caracteriza o povo português e a sua maneira de estar na vida. E agora... parece que os americanos gostavam de a ter no vocabulário deles.

22
portuguesa
Livros

Há palavras em japonês (“tsundoku” — comprar e acumular livros que nunca lemos), indonésio (“jayus” — uma piada tão mal contada que não resistimos a rir dela), norueguês (“utepils” — beber uma cerveja ao ar livre num dia de sol) ou georgiano (“shemomedjamo” — continuar a comer apesar de estarmos cheios, por estar a saber tão bem). E no meio de uma vintena de línguas, há também uma palavra em português: “desenrascanço”.

O site Buzzfeed elegeu “28 belas palavras que a língua inglesa deveria roubar”, por lamentavelmente não existirem sinónimos no idioma do senhor Shakespeare.

E a prova de que o trabalho foi bem feito está tanto na qualidade das palavras escolhidas (a maior parte das quais, diga-se de passagem, a língua portuguesa também deveria roubar), como no facto de a palavra gualdripada ao português não poder ser melhor escolhida.

Não foi “fado”, não foi “saudade”, foi mesmo “desenrascanço”, que é assim traduzida: “the last minute improvisation of a hasty but perfectly sound solution; pulling a MacGuyver”. Ou seja: “improvisação de última hora de uma solução apressada mas perfeitamente eficaz”. É mesmo isso.

A que se segue uma palavra em inglês que não tem exactamente tradução na língua de Camões, mas que é sempre uma bonita citação de um extraordinário ícone dos anos 80… que, sim, foi o grande mestre internacional do desenrascanço. Só lhe faltou mesmo ser português.

desenrascanço
Desenrascanço

O que os americanos desconhecem, talvez, é que não basta adoptar a palavra para conhecer a verdadeira arte do desenrascanço. O desenrascanço é uma qualidade inata dos portugueses e, também, dos brasileiros.

Dificilmente se encontram outros povos que sejam capazes de ter tanta criatividade para fazer tanto com tão pouco à última da hora, ou seja, para improvisar quando nada parece ter solução.

3 palavras portuguesas sem tradução em outros idiomas

1. Saudade

Esta palavra é, há muito, catalogada como sendo ‘só portuguesa’. Segundo a tradução feita, esta palavra significa um desejo melancólico ou nostálgico por uma pessoa, lugar ou coisas, que estão longe, quer no espaço, quer no tempo.

Uma vaga de nostalgia que sonha, por vezes, com fenómenos que podem mesmo nem existir. Assim é a explicação da saudade, para Lomas. Para ilustrar a palavra ‘saudade’, o artigo da BBC fala da fadista Cristina Branco e das suas músicas com o tema do que é sentir-se saudoso a ponto de se morrer de saudade. Tal como tantos outros artistas o fazem.

2. Desbundar

A expressão é explicada, segundo a BBC, como sendo a forma de perder as inibições e, simplesmente, entrar em modo de diversão.

3. Desenrascanço

Toda a gente sabe o que é ‘desenrascar-se’ de algo. Pois bem, segundo conta a BBC, é o ato de se desembaraçar engenhosamente de uma situação problemática. Falta é a expressão exacta para traduzir.

22 COMENTÁRIOS

  1. Conhecemos bem palavras como ‘enrascar’,’enrascada’, etc. Aquele que caiu numa enrascada, ou seja, numa armadilha, numa situação difícil, saberá que tem que dar um jeito de DESENRASCAR-SE o mais rápido possível.
    Apenas desconhecia a variação DESENRASCANÇO, mas como a língua é viva, pode ser um termo perfeitamente aceitável.
    …e bola pra frente.

  2. Gostaria de saber se a palavra Penha, ou pena ,que significa pedra ,ainda usa – se em algum lugar,por cá, à duas igrejas com esses nomes. …

    • em português, de Portugal, «gambiarra» é um instrumento composto de uma lâmpada, um suporte dessa lâmpada e um cabo eléctrico ou bateria eléctrica para alimentação de corrente eléctrica à lâmpada. Este instrumento destina-se a iluminar um lugar escuro onde não haja outra fonte de luz natural ou eléctrica, por exemplo, uma garagem, um sótão, uma arrecadação, etc. Muito usado por quem faz bricolage ou exerce certos profissões em lugares mal iluminados. Em Portugal «gambiarra» não é de maneira nenhuma um sinónimo de «desenrascar», desenrascanço», nem de quaisquer outras derivadas desta palavra.

  3. No sul do Brasil se fala sim a palavra desenrascar-se.
    O ato de sair de uma situação difícil (enrascado).
    Tive que fazer isso ou tal coisa para me desenrascar dessa situação.
    Abraço aos nossos nobres irmãos portugueses.

  4. Não usamos essa palavra no Brasil… nunca ouvi e nem me lembro de ter lido (e sou boa conhecedora da literatura brasileira)….

  5. Pois é… esta pérola portuguesa ilustra o hábito dos portugueses, herdados pelos brasileiros. Então é por isso que a “emenda” fica tão feia: brasileiro quando copia ou importa dos outros (vejam a colcha de retalhos de nossas leis) muitas são cópias mal feitas. Aí tinha lá duas opções: desenrascanço ou jeitinho português? Ó, dúvida cruel… escolhemos o “jeitinho… beeem brasileiro”, diga-se de passagem, hein?!

    • Na verdade, copiamos e transformamos em “jeitinho brasileiro” nó, “gato”, “gambiarra”, “solução técnica provisória (pra não usar gambiarra, como já disseram..)…

  6. Todo tradutor de português que se preza concorda que a tradução de “angina” é “chest pain”, que a tradução de “laudo” é “appraisal report” e que a tradução de “daltonismo” é “color blindness”. Talvez vocês não tenham percebido, mas o que esses exemplos tem em comum é que o que foi traduzido foi o significado e não o significante (vocábulo). Todo mundo aceita que uma palavra formada por 1 vocábulo foi traduzida para uma palavra formada por 2 vocábulos. Por que que na hora de se falar da tradução de “saudade” (tesknota em polonês), esquece-se de que a tradução não precisa ser de 1 vocábulo. Que conceito de tradução reducionista é esse que se aplica à tradução de “saudade” para se orgulhar de um mito tão pueril como esse. Claro que existe tradução para saudade. O inglês tem nostalgia, longing e homesickness, mas também tem nostalgic longing, painful longing, nostalgic homesickness, painful homesickness. E se consideramos que um substantivo pode ser traduzido como verbo (técnica de verbalização), saudade poderia virar “hanker after”, “miss badly”, “long for”, “have a longing for someone”, “feel homesickness”.

    • DESENRASCANÇO é das palavras mais usadas em Portugal e que caracteriza muito a maneira de ser do português perante a resolução de uma dificuldade ou de um problema ou situação para a qual era desconhecida solução. DESENRASCANÇO é a habilidade para ultrapassar e resolver rapidamnete e de forma criativa uma qualquer dificuldade para a qual pareceria não haver solução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here