Início Gastronomia 5 fantásticos benefícios do Kefir para a saúde

5 fantásticos benefícios do Kefir para a saúde

Cada vez mais utilizado pela população, este alimento probiótico com origem na Rússia é fonte de saúde. Descubra os benefícios do kefir.

0
Kefir
Kefir

O kefir é um alimento rico em microorganismos vivos aos quais são atribuídas inúmeras propriedades que melhoram a saúde e o bem estar do organismo, desde que incluído numa dieta saudável.

Trata-se de um probiótico lácteo com origem nas montanhas do Cáucaso, no sul da Rússia. Este alimento é feito de leite fermentado com nódulos de kefir. Estes grânulos, que recebem o mesmo nome que o próprio alimento, contêm caseína coagulada, bactérias e leveduras.

Todos estes constituintes, aliados à sua origem natural, fazem do kefir uma óptima fonte de nutrientes. Também contém leveduras que ajudam no processo digestivo. Descubra alguns dos mais interessantes benefícios do kefir para a saúde.

Benefícios do Kefir validados por estudos científicos

O kefir é um produto muito interessante do ponto de vista nutricional, pois apresenta baixa ingestão calórica e alto teor de vitaminas e minerais:

  • Água: 80-90%, dependendo do tipo de leite utilizado na sua elaboração.
  • Macronutrientes: 5% de carboidratos, 3,5% de gordura, 3% de proteína.
  • Vitaminas: grupo B (B1, B5, B9 e B12, biotina), vitamina K e vitamina D.
  • Minerais: cálcio, magnésio, fósforo e potássio.

1. Melhora e previne problemas digestivos

Sendo um probiótico, o kefir beneficia a saúde intestinal, melhorando a digestão de nutrientes essenciais, entre outros benefícios.

O kefir é um probiótico e, como tal, inibe o crescimento de bactérias nocivas e fornece bactérias benéficas ao organismo para o equilíbrio da flora intestinal.

Esta população de microrganismos que vivem no nosso intestino tem uma importância fundamental no correto funcionamento do sistema digestivo. Entre as suas funções estão a regulação do pH da mucosa intestinal ou a fermentação de carboidratos e outros nutrientes que o nosso corpo, por si só, não consegue digerir.

Portanto, consumindo probióticos, favorecemos a correta absorção de nutrientes e a produção de compostos orgânicos necessários ao nosso corpo. Além disso, o consumo de kefir está associado à melhora de problemas digestivos, como diarreia, síndrome do intestino irritável ou azia.

2. Melhora a saúde cardiovascular

Os resultados de alguns estudos sugerem que uma alimentação com probióticos tem um conjunto de efeitos benéficos para a saúde do indivíduo, dentre os quais se destacam:

  • Redução do colesterol total, o colesterol LDL e factores considerados de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
  • Redução do risco de possuir tensão alta.
  • Fornece cálcio e vitamina D que fazem diminuir o risco de ocorrência de doenças ósseas.

Os probióticos são mais eficazes quando tomados como laticínios fermentados, como é o caso do kefir. Os benefícios são geralmente visíveis quando consumidos durante pelo menos 9 semanas e quando incluem várias variedades de microrganismos, ou seja, deve optar por consumir alimentos probióticos diversificados e não sempre o mesmo.

3. Melhora a saúde dos ossos

A presença de vitaminas e minerais em grandes quantidades favorece a formação óssea e reduz o risco de osteoporose.

A osteoporose é a doença óssea mais disseminada nos países ocidentais. É uma patologia que causa uma diminuição na densidade da massa óssea. Esta doença faz com que os ossos se tornam mais porosos, mais frágeis e resistam menos a choques.

O kefir, feito com leite, contém grandes quantidades de cálcio e vitamina D, nutrientes essenciais para manter o tecido ósseo saudável e retardar o desenvolvimento da osteoporose. Também tem um alto teor de vitamina K, o que contribui para fixar o cálcio nos ossos.

4. Benefícios do kefir contra infecções bacterianas

A composição rica em bactérias do kefir está relacionada com a redução de bactérias nocivas ao organismo, como Helycobacter pylori, Salmonella ou E. coli.

Além disso, o seu consumo está relacionado com a prevenção de doenças urogenitais, como candidíase ou cistite. Tomar antibióticos pode reduzir a flora intestinal e promover a ocorrência deste tipo de infecções. Portanto, a alimentação com probióticos é recomendada durante qualquer tratamento feito à base de antibióticos.

5. É adequado para pessoas com intolerância à lactose

As bactérias lácticas do kefir podem ajudar a metabolizar a lactose, uma vantagem para todas as pessoas que sofrem de intolerância à lactose e que, por isso, não podem beber leite. Consumir kefir é uma forma de obter os nutrientes do leite sem ter que o beber.

O kefir contém enzimas que contribuem para a decomposição da lactose em glicose e galactose. Além disso, apresenta bactérias que realizam fermentações lácticas, transformando a lactose em ácido láctico.

Por este motivo, o trabalho de digestão da lactose é facilitado e, em alguns casos, pode ser indicado para pessoas que têm problemas gástricos após consumirem lacticínios. É importante que a introdução deste alimento na dieta seja progressiva, para garantir que não se sinta mal ou indisposto.

Embora o kefir seja feito de leite, sumos e chás começaram recentemente a ser utilizados ​​como substitutos no seu fabrico. Neste caso, seria completamente livre de lactose e o seu consumo seria seguro para pessoas intolerantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here