Início Viagens 30 fantásticos percursos pedestres no Gerês

30 fantásticos percursos pedestres no Gerês

O Parque Nacional Peneda Gerês possui alguns dos melhores trilhos do país em contacto com a natureza. Descubra 30 fantásticos percursos pedestres no Gerês.

2

26. PR Rio

Cambezes do Rio
Cambezes do Rio

Localização: freguesias de Fiães do Rio, Covelães, Sezelhe e Cambezes do Rio, concelho de Montalegre.

Ponto de partida e chegada: Fiães do Rio.

Extensão: 22 km.

Duração: cerca de 10 horas.

Dificuldade: média – elevada.

Cota máxima / mínima: 1056 m / 830 m.

Pontos: Fiães do Rio – Paredes do Rio – Covelães – Travassos – Sezelhe – Frades – São Pedro – Vilaça – Fiães do Rio.

Apoios: sinalizado segundo as normas internacionais. Homologado pela Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo de Portugal e pela Fédération Européenne de la Randonnée Pédestre. Folheto nesta página e no sítio do Ecomuseu de Barroso e na ADERE-PG.

Breve descrição

Este trilho tem como principais pontos de interesse os antigos caminhos de pastores que faziam a ligação entre as aldeias de Fiães do Rio, Covelães, Sezelhe e Cambezes do Rio e permite, não só entrar em contacto com a cultura e vivência locais mas também com paisagens verdejantes, extensos bosques e harmoniosos campos cultivados em volta do rio Cávado.

Folheto: PR Rio

 

27. PR Pitões das Júnias

Cascata de Pitões das Júnias
Cascata de Pitões das Júnias

Localização: freguesia de Pitões das Júnias, concelho de Montalegre.

Acesso: Anjo – Encruzilhada – Mosteiro de Santa Maria de Pitões das Júnias – Levada de água – Miradouro da Cascata – Pitões das Júnias – Anjo.

Ponto de partida e chegada: Anjo.

Extensão: 3,5 km.

Duração: cerca de 1h:30min.

Dificuldade: média.

Apoios: sinalizado segundo as normas internacionais. Folheto disponível nesta página, no PNPG, na ADERE-PG e nas Portas do PNPG.

Breve descrição

Permite um contacto privilegiado com a grandiosidade da Serra do Gerês que se vê no horizonte. Possibilita, ainda, conhecer aspetos singulares da arquitetura rural, em particular as originais soluções de apoio à agricultura, como os prados de lima ou as Levadas de água e, no plano histórico e religioso, o singular Mosteiro de Santa Maria das Júnias. Ao longo do percurso, podem-se também observar diversos aspetos da importante fauna e flora do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Folheto: PR Pitões das Júnias

 

28. PR Rota do Contrabando

tourem55
Tourém

Localização: freguesia de Tourém, concelho de Montalegre.

Ponto de partida e chegada: largo do Outeiro, freguesia de Tourém.

Extensão: 11 km.

Duração: cerca de 3h:30min.

Dificuldade: média.

Cota mínima / máxima: 835 m / 917 m.

Pontos: Tourém – Randim (Espanha) – Tourém.

Apoios: sinalizado segundo as normas internacionais. Folheto nesta página, no Ecomuseu do Barroso ou no sítio da ADERE-PG.

Breve descrição

Este percurso faz a ligação entre as duas aldeias raianas – Tourém e Randim, antigo Couto Mixto – por onde se fez, até meados dos anos 70, o contrabando de produtos essenciais às populações. O trilho atravessa também uma paisagem singular marcada por caminhos murados, campos de cultivo e carvalhais centenários, para além de permitir o contacto com os usos e costumes das gentes que ainda ali habitam.

Folheto: PR Rota do Contrabando

 

29. PR Tourém

Tourém
Tourém

Localização: Freguesia de Tourém, Concelho de Montalegre.

Ponto de partida e chegada: Capela da Senhora do Rosário, Tourém.

Extensão: 3 km.

Duração: cerca de 2h:30min.

Dificuldade: muito fácil.

Pontos: Tourém – Pedras da Costa – Tourém.

Apoios: sinalizado segundo as normas internacionais. Folheto nesta página e no sítio da ADERE-PG.

Breve descrição

Este percurso atravessa a típica Aldeia de montanha de Tourém, um núcleo populacional instalado no planalto da Mourela, junto ao Rio Lima e rodeado pelos picos da Serra do Gerês e pelas Aldeias galegas raianas. Ao longo do percurso pode-se observar um rico património arquitetónico (ver foto acima do Forno Comunitário de Tourém), bem como uma muito bonita e diversificada paisagem.

Folheto: PR Tourém

 

30. PR Fojo da Portela da Fairra

Parada - Oureiro
Parada – Oureiro

Localização: Lugar de Parada, freguesia de Outeiro, concelho de Montalegre.

Acesso: Lugar de Parada (freguesia de Outeiro) – Parada – fojo do lobo – Lugar de Parada.

Ponto de partida e chegada: Lugar de Parada, freguesia de Outeiro. De momento não dispõe de placa de início, apenas marcas de caminho certo.

Extensão: 6 km.

Duração: cerca de 3 h.

Dificuldade: fácil.

Apoios: sinalizado segundo as normas internacionais. Folheto nesta página.

Breve descrição

Este percurso permite conhecer a típica aldeia de Parada, na freguesia de Outeiro, observar várias construções de importância arqueológica e etnográfica, nomeadamente algumas fontes e moinhos, um fojo de lobo de cabrita (recinto amplo cercado por um muro de pedra, no interior do qual era deixada uma rês que atraía o lobo que aí era, depois, capturado pela população) e uma silha (construção dentro da qual se colocavam os cortiços das abelhas para os proteger do urso-pardo). Permite ainda descobrir os bosques de carvalho-negral Quercus pyrenaica e de carvalho-alvarinho ou roble Quercus robur do Beredo e do Campesinho.

Folheto: Fojo da Portela da Fairra

2 COMENTÁRIOS

  1. DE Todas Estas Riquezas Nos Orgulhamos Todos em Geral,Uma Coisa Poderia Ser Bastante Henriquecida,se Fossem Feitos Roteiros Turisticos Organizados Socialmente Sem Fins Lucrativos ,entre Camãras e Juntas DE Freguesia com Seu Cidadãos ,mas Ainda Melhorados com Qs Quais os Interesses de Cada Região Em Livros e Pequenos Cedes Musicais e Documentários . Joaquim Barroso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here