Início Viagens 15 locais de sonho para visitar no Minho

15 locais de sonho para visitar no Minho

No norte de Portugal, berço da nação, está uma das mais belas regiões do país. Descubra 15 locais de sonho para visitar no Minho.

43038
3
Barcelos
Barcelos

É uma das regiões mais genuínas de Portugal e está repleta de cantos e recantos de encantar. Tem praias e tem montanhas, tem parques nacionais e tem alvarinho. E tem as festas da Nossa Senhora da Agonia. De Viana do Castelo a Braga, de Guimarães a Monção, do Soajo ao Lindoso… O Minho possui muitos e variados encantos. A região onde nasceu Portugal, terra de gente hospitaleira, tem muito para oferecer a quem a visita mas, o melhor do Minho, serão sempre as suas gentes. Deslumbre-se e descubra 15 locais de sonho para visitar no Minho.

 

1. Ponte de Lima

A ponte romana que atravessa o Rio Lima neste local deu origem ao nome desta antiga vila. O primeiro foral foi-lhe concedido em 1125 por D. Teresa, a mãe do primeiro Rei de Portugal, antes ainda da fundação do reino. No centro de uma região agrícola rica, onde é produzido o famoso Vinho Verde, o seu património integra um grande número de solares e casas apalaçadas, muitos das quais oferecem actualmente alojamento na modalidade de Turismo de Habitação.

Ponte de Lima

Esta vila tradicional regista quinzenalmente grande animação no areal das margens do rio quando se realiza a feira originária da Idade Média, onde também se realiza em Junho outro evento tradicional “A Vaca das Cordas”. Em Setembro a vila volta a registar grande animação com a realização das Feiras Novas, as festas do concelho. Ponte de Lima é um dos quatro municípios que integram o Vale do Lima. Nesta região, percorrer a Rota dos Gigantes é uma forma de conhecer os locais onde nasceram quatro grandes figuras históricas que levaram Portugal aos quatro cantos do mundo.

 

2. Guimarães

Guimarães, cidade histórica de origem medieval, sede de município, tem as suas raízes no século X, e é conhecida por “Berço da Nação” ou “Cidade Berço”, pelo seu papel crucial na formação de Portugal, por aqui ter sido estabelecido o centro administrativo do Condado Portucalense por D. Henrique e pelo facto do seu filho, D. Afonso Henriques, o primeiro Rei Português, aqui poder ter nascido. O seu Centro Histórico está classificado como Património da Humanidade pela UNESCO, e é um dos centros medievais mais bem preservados do País, onde o tempo parece realmente ter dado tréguas e magicamente parado.

Guimarães

Mas muito mais há para conhecer em Guimarães, como a Colina Sagrada, coroada com o Castelo de Guimarães, o maravilhoso Paço dos Duques de Bragança (século XV), o mosteiro e igreja de Nossa Senhora da Oliveira (com o museu Alberto Sampaio), o Gótico Padrão do Salado, do século XIV, ou a elegante igreja de São Francisco, com os seus deslumbrantes azulejos do século XVIII, as Igrejas da Misericórdia e de São Pedro ou o Palácio e Centro Cultural Vila Flor, do século XVI e recentemente restaurado, ou o antigo Mosteiro de Santa Marinha da Costa, do século XII, uma das mais sumptuosas pousadas do país, com os jardins e capela abertos ao público… Guimarães e os seus arredores tem tantos outros pontos de interesse a oferecer a todos os que a visitam, muitos deles dotados de Visitas em áudio, para uma melhor percepção do que se visita.

 

3. Braga

Braga é uma cidade, sede de concelho e distrito, das mais antigas e bonitas de Portugal, sendo igualmente uma das cidades cristãs mais antigas de todo o mundo, e um dos mais importantes centros religiosos do País. Baptizada pelos Romanos de Bracara Augusta, sendo na altura a maior cidade em território hoje Português, é igualmente conhecida hoje em dia pela “Cidade dos Arcebispos” ou mesmo pela “Roma Portuguesa”. Património Religioso no virar de cada esquina, nas ruas históricas de Braga testemunha-se o fervor religioso ao longo dos séculos, traduzido em bonitos monumentos que tanto a enriquecem, com destaque para a Sé de Braga, a mais antiga do País.

Bom Jesus do Monte, Braga

Braga foi igualmente apelidade de “Cidade Barroca” pela sua riqueza patrimonial, de tantos edifícios decorados no século XVIII, que a transformaram num dos mais importantes polos artísticos do País na época.  A não perder são os Santuários que circundam a cidade e a povoam de fiéis e peregrinos. São eles O Santuário do Bom Jesus, do Sameiro e da Falperra, visitas obrigatórias nesta região Bracarense. Belos e elaborados jardins, elegantes casas senhoriais e palacetes e todo este legado barroco conferem a Braga uma imagem única, característica da região Minhota. O Verde governa a paisagem circundante, com o Parque Nacional da Peneda-Gerês mesmo no seu encalce.

 

4. Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez é uma lindíssima vila, sede de concelho, do Alto Minho, rodeada de natureza verdejante e banhada pelo bonito Rio Vez, está inserida no único Parque Nacional do País: o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Com ocupação humana desde tempos pré-históricos, como o testemunham os diversos achados arqueológicos de espaços funerários pré-históricos, que incorpora cerca de uma dezena de monumentos distribuídos por uma zona planáltica, destacando-se o Núcleo Megalítico do Mezio, que vale a pena conhecer.

Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez, para além de toda a sua beleza natural, é também uma terra histórica, onde, segundo reza a tradição, se encontraram as tropas de Afonso VII de Leão e de D. Afonso Henriques, em 1140, dando origem à consagração do reino Português, rezando a lenda que no combate se deu uma carnificina tal que horas passadas do combate ainda o Rio Vez levava, até ao Rio Lima, sangue em vez de água.

 

5. Caminha

Caminha é uma bonita vila do Norte de Portugal, sede de município, localizada bem na foz do Rio Minho, num local abençoado pela natureza, fronteiriça com Espanha. A vila de Caminha desenvolveu-se bastante a partir do século XII, com base na pesca e no comércio tanto fluvial como marítimo, quando diminuiu a pirataria no litoral.

Caminha

Diversas lutas e conflitos foram travados nestas paragens, tendo mesmo durante a 2ª Invasão francesa, em Fevereiro de 1809, sido atacada pelas tropas do Marechal Soult. A ajuda do povo às poucas tropas do tenente-coronel Champalimaud, impediu os franceses de entrar em Caminha. Uma defesa que constitui uma página brilhante de estratégia militar. Esta vila histórica, de ruas que respiram história, por entre casas típicas de dois andares, e outras brasonadas, denotando a importância politica e comercial da localidade, possui diversos locais de interesse, como a Foz do Rio Minho, que possibilita paisagens belíssimas. De facto, toda a faixa costeira do concelho de Caminha possui praias de grande beleza, extensos areais e uma luminosidade muito própria.

3 COMENTÁRIOS

  1. Portugal lugares lindos e maravilhosos que conheci não ar lugar mais belo no mundo perfeito em todos os sentidos sem mais palavras so me resta é saudade AMO PORTUGAL AMO AMO AMO E AMO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here