Início Viagens Visitar Sintra: roteiro com o que ver, fazer, onde comer e onde...

Visitar Sintra: roteiro com o que ver, fazer, onde comer e onde dormir

Não faltam inúmeros locais para visitar em Sintra, uma das mais belas e encantadas de Portugal. Descubra 15 locais de sonho para visitar em Sintra.

4
Sintra
Chalet da Condessa d'Edla (Emigus photography)

A poucos minutos de Lisboa, Sintra é a terra dos palácios, da serra encantada, das lendas e na natureza exuberante. A lista dos melhores locais para visitar em Sintra é enorme e é difícil visitar esta encantada vila em poucos dias.

Vista como o cenário das fadas, dos duendes, dos gnomos e até dos príncipes e princesas, Sintra é a vila que se encontra a menos de uma hora de distância da capital mais precisamente, a 30 km e é considerada Património Mundial da UNESCO.

Perante a mágica vegetação da serra e a sua veia romântica destacam-se diversos encantos que merecem ser visitados e conhecidos nesta vila pitoresca que promete qualquer visitante se apaixonar.

Sintra tem tudo para passar um dia perfeito e dispõe de imensos pontos turísticos que preenchem um, dois ou vários dias. Descubra o que visitar, o que fazer, onde comer e onde dormir em Sintra.

1. Melhor altura para visitar Sintra

Não é preciso um sol radiante e quente para se dirigir até esta vila e conhecer o que Sintra tem para oferecer. Qualquer dia é bom para passear pelas ruas deste sítio que se torna ainda mais encantador e místico com o ambiente nublado que se presencia na serra, nos dias mais frios.

1.1. Mapa dos melhores locais para visitar em Sintra

2. Locais a visitar em Sintra

Perante a imensidão de sítios encantadores que devem ser destacados nesta vila, em baixo estão mencionados vários que merecem ser deslumbrados, pelo menos uma vez na vida.  

2.1. Palácio da Pena

locais para visitar em Sintra
Palácio da Pena

Um dos principais pontos da vila e até mesmo de Portugal inteiro é o Palácio da Pena e o parque em redor que, com os seus tons amarelo e vermelho vivo, são o expoente máximo do romantismo em Portugal. Localiza-se bem no topo da serra se Sintra, no Monte da Lua, e este palácio é classificado como Património Mundial da Humanidade, pela UNESCO.

2.2. Castelo dos Mouros

Castelo dos Mouros
Castelo dos Mouros

Trata-se de uma atração única em Sintra. Situado a 3,5 km do centro histórico, o Castelo dos Mouros remota à ocupação peninsular pelos povos romanos e encontra-se erguido num pico rochoso da Serra de Sintra. Encontra-se cercado pela verdejante floresta e para além de um antigo monumento, é também um magnífico miradouro com uma vista privilegiada sobre a serra até ao Atlântico.

2.3. Palácio e Quinta da Regaleira

locais para visitar em Sintra
Regaleira

Talvez o local mais místico e enigmático de Sintra – o Palácio e a Quinta da Regaleira. A arquitetura romântica do palacete e o parque exuberante são elementos que fazem parte desta maravilhosa Mansão Filosofal Lusa. A Capela da Santíssima Trindade, o bosque que ocupa uma grande parte do parque e o famoso poço com uma escadaria em espiral são os pontos místicos que se destacam na quinta coberta de vegetação natural.

2.4. Palácio e Jardins de Monserrate

Palácio de Monserrate
Palácio de Monserrate

É quase uma espécie de jardim botânico de Sintra que serve de inspiração ao tema do romantismo. O Palácio e os Jardins de Monserrate revelam uma beleza incomparável com influências góticas e orientais combinadas. O interior do palácio tem por base a elegância, assim como os jardins à volta têm por base a biodiversidade de espécies de todo o mundo num ambiente de lagos, cascatas e caminhos sinuosos.

2.5. Convento dos Capuchos

Convento dos Capuchos
Convento dos Capuchos

Integrado no Parque de Monserrate e conhecido também como o “Convento da Cortiça” ou o “Convento de Santa Cruz”, o Convento dos Capuchos é um local tranquilo e muito calmo. Ao contrário dos Palácios de Sintra, este convento é um local humilde de dimensões reduzidas e com várias celas forradas a cortiça.

2.6. Chalet da Condessa d’Edla

Chalet da Condessa d'Edla
Chalet da Condessa d’Edla

Trata-se de um dos locais mais românticos de Sintra e também de um dos segredos mais bem guardados, uma vez que se se encontra muito bem escondido no Monte da Lua. O Chalet da Condessa d’Elda fica situado no Parque da Pena no extremo oposto ao palácio e tem uma decoração muito própria e distinta sendo assim caraterizado pela influência alpina que vogava na altura.

2.7. Palácio Nacional de Sintra

Palácio Nacional de Sintra
Palácio Nacional de Sintra

O Palácio Nacional de Sintra, também conhecido como “Palácio da Vila”, foi um dos vários palácios reais e hoje pertence ao Estado, para fins turísticos e culturais. É uma referência da arquitetura com azulejos e cerâmica, sendo considerado um dos palácios mais bonitos de Sintra e por isso, o predileto da antiga família real para passar o Verão.

2.8. Lagoa Azul

Lagoa Azul
Lagoa Azul

Para relaxar na natureza, nada melhor que o pequeno paraíso da Lagoa Azul. Apesar dos banhos na lagoa não serem recomendados devido à contaminação e poluição da água, este é um espaço ótimo para quem procura o sossego e a paz da natureza, passar um dia com a família e amigos ou até praticar desportos e observar espécies de animais diversas.

2.9. Azenhas do Mar

locais para visitar em Sintra
Azenhas do Mar

As Azenhas do Mar e a sua piscina oceânica atraem cada vez mais visitantes que se deslumbram por esta pérola na costa literal de Sintra. Trata-se de uma aldeia que se desenvolve ao longo de uma linha de água que segue até ao oceano e quebra as arribas da encosta. Para além da maravilhosa paisagem, os visitantes podem deambular pelas ruas estreitas da aldeia e apreciar as casinhas decoradas com os típicos azulejos portugueses.

2.10. Cabo da Roca

Cabo da Roca
Cabo da Roca

É visto como o ponto mais ocidental de Portugal Continental e da Europa. O Cabo da Roca está inserido no Parque Natural Sintra-Cascais que engloba uma vasta área de interesse natural e paisagístico. Aqui, os visitantes deparam-se com uma paisagem incrível e dominada pelo vento e pelo oceano que se estende por ali adiante. Tal como Luís de Camões refere, o Cabo da Roca é “onde a Terra acaba e o mar começa”.

2.11. Praia da Ursa

Praia da Ursa
Praia da Ursa

Situada na costa do Parque Natural de Sintra, bem perto do Cabo da Roca, a Praia da Ursa tornou-se num destino obrigatório para quem procura uma praia quase selvagem. Antigamente, era um local quase secreto e frequentado sobretudo por adeptos do naturismo. Hoje, esta praia de difícil acesso, é um local de romaria para jovens à procura do mais genuíno de Sintra. Tenha cuidado: o acesso não é nada fácil.

2.12. Palácio de Queluz

Palácio de Queluz
Palácio de Queluz

Frequentemente comparado com o Palácio de Versailles, em França, o Palácio Nacional de Queluz preserva, no entanto, uma forte identidade portuguesa. Aqui continuam a ser efectuadas reuniões e recepções a chefes de estado de governos estrangeiros. O Palácio de Queluz está repleto de história mas, o que o irá deslumbrar mais, são os seus salões ricamente ornamentados e os seus românticos jardins.

2.13. Palácio de Seteais

Palácio de Seteais
Palácio de Seteais

É nos dias que correm um dos mais famosos e requintados hotéis de Portugal. A sua história remonta ao século XVIII, quando foi mandado construir por Daniel Gildemeester, na altura cônsul da Holanda em Portugal. O Palácio de Seteais situa-se a 1 km do centro histórico de Sintra. No edifício principal funciona agora um hotel e por isso o acesso ao público em geral está limitado. No entanto, o exterior e parte dos jardins podem ser visitados.

2.14. Vila Sassetti

Vila Sassetti
Vila Sassetti

O edifício principal, conhecido como Vila Sassetti é um chalet do tipo casa senhorial, que se distingue por uma torre circular de três pisos característica do estilo Românico Lombardo e um vistoso relógio de sol. Este chalet, construído entre 1890 e 1894, está a meia encosta entre o centro da vila de Sintra e o Castelo dos Mouros.

É possível percorrer a pé toda esta área, agora denominada Quinta da Amizade e que conta com 1.2 hectares de terreno. Todo o percurso pela Vila Sassetti é deslumbrante e está repleto de jardins, cursos de água, muros e portões.

2.15. Serra de Sintra

Serra de Sintra
Serra de Sintra

Integrada no Parque Natural de Sintra-Cascais, a Serra de Sintra apresenta no seu sopé, a lindíssima vila de Sintra. Da sua riqueza arquitectónica, salientam-se, por exemplo, o Palácio Nacional da Pena com o seu Parque, mandado edificar por D. Fernando II, o Castelo dos Mouros, o Palácio de Monserrate com os seus jardins, o Convento dos Capuchos, o Palácio de Seteais, e muitas casas senhoriais. A Paisagem Cultural de Sintra está classificada pela UNESCO como Património Mundial.

3. O que fazer em Sintra

Faça chuva ou sol, seja no Inverno ou no Verão, com crianças ou acompanhado pelos seus amigos, há sempre algo interessante para fazer em Sintra. Destacam-se os percursos pedestres para os turistas mais activos ou talvez os museus com actividades para as crianças. Em Sintra encontrará uma actividade adequada para cada tipo de pessoa.

3.1. Trilhos pedestres

Sintra é uma vila que vai ao encontro de vários gostos e interesses sejam eles o misticismo, a natureza, o romantismo ou até mesmo a simplicidade. Existem vários trilhos que dão a conhecer diversos encantos destas vertentes, como os seguintes:

O trilho da Peninha e Anta de Adrenunes é circular com uma distância de 13,2 km e é caraterizado por uma dificuldade moderada. O ponto de partida e chegada é o parque de estacionamento do Convento dos Capuchos. Ao longo do trilho, são percorridos caminhos rurais com paisagens dignas, merecendo destaque aquela que se observa na Anta com o cenário do Atlântico.

Mais um trilho circular: trilho da Barragem do Rio de Mula e Pedra Amarela. Sem dificuldade alguma, este conta com 13,6 km de distância. Tal como o anterior, o ponto de partida e chegada é o parque de estacionamento do Convento dos Capuchos. São vários os pontos de interesse que se destacam aqui como é o caso da barragem do Rio de Mula, da zona da Pedra Amarela e da Pedra do Monge e o Alto da Memória.

O trilho das Quintas tem como ponto de partida e de chegada o largo do Palácio Nacional de Sintra, mais precisamente o Largo da Rainha D. Amélia. É um percurso circular fácil com 2,3 km de distância. Trata-se de um percurso que possibilita a visita e passagem pelas quintas mais emblemáticas do centro histórico da vila, como a da Regaleira, dos Alfinetes, a da Torre do Relógio, a dos Castanhais, entre outras.

Devido ao acentuado declive, o trilho do Cabo da Roca conta com um grau médio de dificuldade. É um percurso circular com 13,2 km de distância e tem o Cabo como ponto de partida e chegada. Com os caminhos juntos ao mar, é possível observar o rico estrato vegetal e a praia da Adraga, a praia Grande do Rodízio e a aldeia de Almoçageme.

O trilho dos Capuchos proporciona a passagem por locais com uma excelente vista panorâmica e uma elevada importância histórica. Tem uma extensão de 9 km e conta com um grau de dificuldade mediano. Este percurso inicia e termina na barragem do Rio da Mula e tem alguns pontos de interesse ao longo do caminho como é o caso da própria barragem, do Convento dos Capuchos, do Memorial dos Soldados, o Monge e a Pedra Amarela.

3.2. O que fazer em Sintra com crianças

Inaugurado no dia 25 de Abril de 2016, o NewsMuseum ocupou o antigo Museu do Brinquedo, mais precisamente no centro da vila de Sintra. Este é um espaço moderno dedicado à área dos media e da comunicação que recorda os episódios marcantes da história de Portugal e do mundo. Para além disto, esta experiência proporciona também uma interação com a rádio e a televisão. 

Situado também no centro histórico da vila, o “Sintra mitos e lendas” é a mais recente atração turística que convida todos os visitantes a uma viagem pelo misticismo e pelo romantismo de Sintra. Com recurso a cenografia, a técnicas multimédia e a meios sensoriais, ao longo dos 17 espaços, o mundo real e o da ficção são cruzados para mostrar todos os segredos.

4. Onde comer e onde dormir em Sintra

Entre Sintra e Mafra, encontra-se o Bons Cheiros Country Retreat que se trata de um espaço tranquilo onde a calma e serenidade reina. A quinta comporta dois quartos e uma uma casinha para convidados cujos os nomes são inspirados nos aromas da propriedade. Para além disso, a gastronomia também merece ser destacada devido às refeições preparadas com produtos da região.

Não há como ir a esta vila e não experimentar as queijadinhas ou até os famosos travesseiros de Sintra. Um dos locais com passagem obrigatória para este fim é a Piriquita que é ideal para experimentar estes doces típicos da região.

Travesseiros de Sintra
Travesseiros de Sintra

Muito procurado pelo conforto e pelo preço, Bed & Breakfast é um excelente hotel para quem deseja passar uns dias em grupo, uma vez que é possível dividir os quartos com as pessoas que conhece. É uma hipótese que se encontra mais em conta e no entanto, oferece uma ótima experiência de alojamento.

A verdade é que Sintra não passa despercebida. Cheia de mistério, encantos e até mesmo história, esta é uma vila que deve ser conhecida, de um canto ao outro. Tão perto da capital e quem sabe, tão perto do coração de quem a visita.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here