Início Viagens 15 fantásticos locais para visitar perto de Viseu

15 fantásticos locais para visitar perto de Viseu

Rodeada por aldeias tradicionais, praias fluviais e muitos outros segredos. Estes são os melhores locais para visitar nos arredores de Viseu.

27250
1

6. Linhares da Beira

Linhares da Beira orgulha-se do seu imponente e poderoso castelo de arquitectura essencialmente militar, mas também românico e gótico. O castelo ocupa um cabeço rodeado por penedos graníticos escarpados, com excepção da encosta onde se situa a povoação.

Linhares da Beira
Linhares da Beira

No seu passeio pela aldeia vai descobrir gravadas nas armas da povoação um crescente e cinco estrelas, a lembrar essa longínqua noite de lua nova. Encontram-se numa pequena tribuna de pedra, exemplar único de fórum medieval donde se anunciavam à população as decisões comunitárias. Não deixe de entrar na igreja matriz, de raiz românica. Lá dentro estão três valiosas tábuas atribuídas ao grande Mestre português Vasco Fernandes (Grão Vasco).

 

7. Drave

A povoação da Drave situa-se no fundo de um elevado outeiro entre a confluência de três ribeiros, sendo estes, o rio de Palhais, que, correndo do norte, a banha do lado direito, – o Ribeirinho e o ribeiro da Bouça, que descem do lado esquerdo e se juntam todos os três no fundo da povoação.

locais para visitar na Serra da Freita
Drave (Rui Videira)

Daqui toma o nome de rio da Drave até desaguar no Paivó, à distância de 5 quilómetros; este rio depois, passando em Covelo, vai muito longe desaguar e morrer no rio Paiva. Está portanto a Drave colocada numa cova, cercada de enormes e altas montanhas, que, no coração do Inverno, lhe vedam o sol a maior parte do dia, tendo apenas uma garganta ou cortadura da parte do poente; e ainda assim obstruída pelas linguetas das serras, que se entrelaçam.

 

8. Aldeia da Pena

Localizada mesmo no coração do maciço da Gralheira, esta é uma zona agreste, de tal forma que sobre a aldeia domina a sombra, já que o sol chega ao casario apenas poucas horas por dia. A falta de luz natural, principalmente no inverno, quando há apenas três horas diárias, não retira a este local a sua beleza singular. Perca-se, por isso, pelos caminhos estreitos, olhe em redor e inspire-se neste recanto escondido pelos montes, que produz tão belas habitações onde ao logo dos anos foi vivendo uma população combativa.

Aldeia da Pena
Aldeia da Pena

A Adega Típica da Pena serve na aldeia as iguarias da gastronomia local: o presunto, o queijo da serra, e os enchidos, mas também pratos mais densos como feijoada, arroz de cabidela de galinha, cozido à portuguesa à moda da aldeia da Pena, vitela assada no forno a lenha e borrego assado com batatas, sempre na boa companhia de vinho verde. À sobremesa não deixe de provar o doce de sopa seca e as filhós da Pena.

 

9. Buçaco

A Mata do Buçaco fica muito aquém das grandes florestas da Europa em extensão. No entanto, a variedade das suas espécies vegetais ultrapassa-as em grande medida. Dentro dos muros construídos pelos Carmelitas Descalços existem cerca de 400 espécies nativas da faixa atlântica portuguesa e aproximadamente 300 provenientes de outros climas.

Mata Nacional do Buçaco
Mata Nacional do Buçaco

O elemento mais representativo desta simbiose é o cedro do Buçaco, um imponente cipreste originário do México que terá sido a primeira espécie exótica plantada na floresta pelos monges em 1656. O Cedro de São José, plantado há 350 anos pelos monges junto à porta com o mesmo nome, é o símbolo local desta espécie imponente de árvores. Se há local fresco e tranquilo para passear, esse lugar é a Mata do Buçaco. Com seis percursos pedestres, devidamente identificados, a mata convida-o a partir à descoberta da sua botânica deslumbrante.

 

10. Fraga da Pena

É em plena Mata da Margaraça, inserida na Área Protegida da Serra do Açor, que se esconde a Fraga da Pena, um local privilegiado de encontro com a natureza. Um cenário idílico onde a água abre caminho por entre a vegetação e a superfície xistosa, e se despenha numa majestosa cascata com mais de 20 metros. Uma extraordinária maravilha natural que permanece intocável pelo Homem e onde impera uma impressionante serenidade apenas interrompida pelo som da água e do chilrear dos pássaros.

Fraga da Pena
Fraga da Pena

Originadas por um acidente geológico, as quedas de água que se escondem por entre aquele conjunto florístico de elevado interesse, constituem um recanto paradisíaco que se destaca pela sua autenticidade e frescura. Nas suas margens existem alguns antigos exemplares de carvalho-alvarinho Quercus robur e de castanheiro Castanea sativa, para além do medronheiro Arbutus unedo, do trovisco Daphne gnidium e dos adernos Phillyrea latifolia e P. angustifolia.

1 COMENTÁRIO

  1. 15 Sugestões. 6 Delas no Distrito de Viseu. 9 nos Distritos de Vila Real, Aveiro, Coimbra e Guarda. Tudo bem que são coisas realmente bonitas e não são assim tão longe de Viseu. Mas fazendo estas parte de roteiros desses respectivos distritos não faria sentido no de Viseu explorar um pouco outras opções?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here