Início Viagens 15 locais de visita obrigatória no Douro

15 locais de visita obrigatória no Douro

É um dos mais belos locais de Portugal e é Património da Humanidade. Descubra 15 locais de visita obrigatória no Douro e no seu vale.

131887
5
Amendoeiras em Flor no Douro
Amendoeiras em Flor no Douro

Dizem que os sítios mais inacessíveis são os mais maravilhosos. E o Douro é prova disso. Escondida no interior de Portugal, esta região surpreende todos os que a visitam. Seja pela sua beleza natural, seja pelo seu vinho tão delicioso, seja pela sua gente, cultura, tradições, história… Assim, perante um paraíso tão imenso e encantador, escolhemos os 15 locais de visita obrigatória no Douro que deve mesmo visitar. Há muito para ver e fazer no Douro: provar vinhos, visitar quintas, participar numa vindima, fazer um cruzeiro pelo rio… Por entre cidades e aldeias, praias, parques ou montes, comece já a preparar o seu roteiro no Douro!

 

1. Peso da Régua

Geralmente conhecida apenas por Régua, o Peso da Régua é uma pequena cidade situada no coração do Douro. É considerada a capital deste Região Demarcada e uma das mais influentes cidades ribeirinhas da zona do Douro Vinhateiro. Aqui estamos no centro da Região, entre a cidade do Porto e o Pocinho. E é precisamente esta a terra de figuras incontornáveis da História de Portugal, como a Ferreirinha, João de Araújo Correia ou Antão de Carvalho.

Peso da Régua
Peso da Régua

Pela sua beleza única e características que se ligam harmoniosamente à História do Douro, uma delongada visita a esta cidade vai um primor. O Museu do Douro, o Solar do Vinho do Porto, a Casa do Douro e o miradouro de S. Leonardo da Galafura são obrigatórios.

Mas se ainda lhe restar um tempinho, deixamos mais algumas sugestões: a Capela das Sete Esquinas, a Capela do Cruzeiro e a estação arqueológica do Alto da Fonte do Milho. Passeie, ainda, pelo cais e aventure-se num cruzeiro pelo Douro com partida desta cidade. E Já que aqui está, não se esqueça de provar a boa gastronomia típica do concelho da Régua. O nosso concelho? Um bom arroz de forno com cabrito assado, leite-creme e claro, um delicioso vinho da Região a acompanhar.

 

2. Santuário Nossa Senhora dos Remédios – Lamego

A pacata cidade de Lamego também é um dos tesouros do Douro. Muito próxima da Régua, é a segunda maior cidade da Região, datando do tempo dos romanos. É uma cidade simples, de gente alegre e simpática. Aqui respira-se História, tradição, cultura. Cidade de casas brasonadas, monumentos religiosos encantadores, fontanários históricos, parques e jardins, é uma localidade que não passa despercebida.

Por isso mesmo, se estiver em viagem pelo Douro, já sabe, passe por Lamego. Em Lamego, destacamos o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. Erguido no cimo do monte, este Santuário oferece uma vista sublime sob a cidade. Num estilo Rococó, o início da sua construção data de finais do século XVIII, tendo sido finalizado nos primeiros anos do século XX.

Santuário Nossa Senhora dos Remédios
Santuário Nossa Senhora dos Remédios

Se estiver bem treinado, sugerimos que suba os nove lances de escadas, desde o centro da cidade à capela no cimo do monte, num total de 686 degraus. Mas pode descansar no meio da subida, pois os vários patamares no meio da escadaria são ornamentados com capelas, estátuas, fontes e obeliscos. Sente-se, tire algumas fotografias e descanse… E se tiver a oportunidade de viajar em Setembro, no dia 08 participe na grande romaria de Nossa Senhora dos Remédios que todos os anos atrai milhares de fiéis e turistas à cidade.

 

3. Miradouro de Casal de Loivos

A Região do Douro tem cerca de 14 miradouros de cortar a respiração. Mas o miradouro de Casal de Loivos é dos mais sublimes. Situado junto ao cemitério da aldeia de Casal de Loivos, no concelho de Alijó, tem uma vista privilegiada sobre as vinhas em socalco tão características desta Região, as suas aldeias semeadas pelas encostas e as suas Quintas onde os vinhos envelhecem em tonéis.

Miradouro de Casal de Loivos
Miradouro de Casal de Loivos

Daqui pode ver-se, ainda, o Rio Douro, a correr calmo e tranquilo lá em baixo, serpenteando os montes em frente ao Pinhão, localidade dominante deste cenário idílico. Esta paisagem é tão deslumbrante que foi considerada uma das mais bonitas do Mundo, pelo canal de televisão britânico BBC.

 

4. Provesende

Provesende é uma encantadora freguesia localizada no belo concelho de Sabrosa, na fértil região demarcada do Douro, onde se produz o afamado vinho do Porto. Situada num pequeno plateau, com vista para o belo rio Pinhão , esta é uma região de grande beleza natural, pautada pela forte tendência rural que tem subsistido ao longo dos séculos, sobretudo desde a criação da região demarcada do Douro, no século XVIII. Este é um local de antiga ocupação humana, como atestam os vestígios de um Castro Lusitano, que ainda hoje vale a pena visitar pelo belo panorama que apresenta.

Provesende
Provesende

Diz-se que o topónimo Provesende virá da antiga Lenda de Zaide. Zaide seria um Mouro, irmão de Jahia rei de Toledo, que habitaria no altaneiro Castelo de São Domingos, nas imediações de Provesende, antes conhecida como San Joanes. Certo dia o Castelo foi atacado pelas forças Cristãs, dando-se um massacre, perecendo todos os Mouros que ali habitavam, escapando-se o rei Zaide que, não obstante, foi apanhado mais à frente enquanto fugia, sendo torturado e assassinado.

No momento de transe e sofrimento terá sido exclamado “Prove Zaide, prove Zaide!”, originando daí o topónimo “Provesende”. Vale a pena percorrer as típicas e calmas ruas de Provesende, onde encontramos o antigo Pelourinho, a barroca Igreja Matriz, a Fonte do século XVIII e as várias casas senhoriais e brasonadas, como as Casas da Praça, de Santa Catarina, do Campo, do Santo, dos Ribeiros, entre tantas outras que atestam o poderio económico dos férteis terrenos da região, que vêm na vinicultura a sua maior subsistência.

 

5. Favaios

A aldeia de Favaios é uma pacata aldeia vinhateira que tem muito para contar. Localizada na Serra do Vilarelho, concelho de Alijó, faz parte do distrito de Vila Real. Remontando à Idade do Ferro, é uma freguesia de paisagens estupendas, marcas arqueológicas, casas brasonadas, com muitos monumentos históricos ligados à Igreja.

Favaios
Favaios

Aqui, é produzido o famoso Moscatel do Douro, um dos mais apreciados vinhos a nível mundial, muito aromático e elegante. É o Moscatel Galego Branco, um delicioso néctar produzido a partir de uma única casta, o “Moscatel Galego”. Se quer uma boa sugestão… marque um lugar na Quinta da Avessada e desfrute de um dia fantástico, cheio de tradições, História, comida incomparável e boa disposição. Não se esquecendo, claro, de provar um bom Moscatel.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here