Início Viagens 15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa

15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa

Se vai visitar a capital, não fique apenas pela cidade. Descubra também estes 15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa.

784584
7

10. Praia da Ursa

A praia deve o seu nome à pedra enorme em forma de ursa, lado a lado com outra formação rochosa de nome Gigante. Com cerca de 50 metros de extensão, esta é uma praia muito bonita, mas que fica com pouco espaço na maré alta.

Praia da Ursa
Praia da Ursa

Durante a maré baixa, é possível explorar as enseadas da Palaia, a Sul, frequentadas por apanhadores de percebes e, a norte, o Pesqueiro do Abrigo.

 

11. Parque do Palácio da Pena

Ao longo dos percursos e caminhos, sucedemse as sequóias, as tuias, as faias, as magnólias e as cameleiras que se destacam pela sua imponência, monumentalidade e beleza. Constituem também pontos de referência, nos diversos percursos possíveis através dos trilhos do parque, a Cruz Alta, o Alto de Sto. António, o Alto de Sta. Catarina, a Gruta do Monge, a Fonte dos Passarinhos, a Feteira da Rainha, o Vale dos Lagos, a Abegoaria e Quinta da Pena, o Chalet e jardim da Condessa D´Edla.

fim de semana romântico
Foto: Joe Price

O arvoredo enquadra pavilhões e pequenas edificações que proporcionam viagens no tempo e no espaço, compondo um cenário de inigualável beleza natural, mas também de grande relevância histórica e patrimonial. O parque tem várias entradas com bilheteiras.

 

12. Boca do Inferno (Cascais)

Um dos pontos de visita mais famosos de Cascais é a Boca do Inferno, trata-se de uma formação única nas rochas à beira do oceano. Acredita-se que antigamente este local era uma gruta que com o tempo e a força do mar acabou cedendo e deu origem ao cenário como é conhecido hoje. Actualmente a Boca do Inferno é uma cavidade a céu aberto, com uma espécie de arco por onde entra a água do mar.

Boca do Inferno
Boca do Inferno

Em dias de mar mais agitado pode ouvir-se o som da água a golpear as rochas, um barulho tão único que faz analogia ao nome do local. Ao chegar à Boca do Inferno é possível contemplar a beleza do lugar de cima, no entanto também há um caminho que leva ao outro lado do “arco” da cavidade, por onde entra a água. Este local é já muito próximo da água e é possível daí apreciar a vista de toda a costa rochosa.

7 COMENTÁRIOS

  1. Fiquei apaixonada e com vontade de conhecer todos eles. Provavelmente, irei a um deles na minha próxima (e rápida, infelizmente) passagem por Lisboa.
    Poderia ter no texto como se faz para chegar em cada um dos locais, se têm fácil acesso por transporte público etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here