Início Viagens 15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa

15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa

Se vai visitar a capital, não fique apenas pela cidade. Descubra também estes 15 pequenos paraísos para visitar perto de Lisboa.

759925
7

7. Ericeira

A Ericeira é uma bonita vila piscatória, bem perto de Sintra e Mafra. O seu centro, mais antigo e tipico, permite ao visitante percursos por ruas estreitas e sinuosas que nos remontam a outros tempos.

Ericeira
Ericeira

A sua ligação ao mar é inegável, até pelo imenso oceano que serve de pano de fundo ao casario. As falésias que serpenteiam pelas margens da praia da Ericeira, também lhe dão uma beleza única, tal como os barquinhos dos pescadores que trazem a terra o melhor e mais fresco peixe que se pode provar em muitos dos restaurantes da vila.

 

8. Cabo da Roca

O Cabo da Roca é o ponto mais ocidental do Continente Europeu ou, como escreveu Luís Vaz de Camões, o local “Donde a Terra se acaba e o mar começa” (in Os Lusíadas, Canto VIII). Um padrão em pedra com uma lápide assinalam esta particularidade geográfica a todos quanto visitam este local.

Cabo da Roca
Cabo da Roca

O Cabo da Roca é também denominado “Focinho da Roca” pelas gentes ligadas às coisas do mar, e mais poeticamente por “Promontório da Lua”, Está integrado no Parque Natural de Sintra Cascais, o qual engloba uma vasta área de interesse natural e beleza paisagística que vai desde a Cidadela de Cascais até à foz do rio Falcão. Partindo do Cabo da Roca é possível seguir variados eco-trilhos.

 

9. Palmela

Esta povoação localizada num dos contrafortes da Serra da Arrábida, atraiu ao longo dos séculos os vários povos que passaram pela Península Ibérica. Segundo se crê deve o seu nome aos Romanos, mais concretamente a um pretor de apelido Palma, e aos Árabes deve a construção do castelo no seu ponto mais alto, de onde se domina toda a região que se estende entre os Rios Sado e Tejo, avistando-se ainda a Serra de Sintra. Por este aspecto compreende-se a sua importância naquela época, por razões de estratégia militar, bem como nos dias de hoje em que é um dos melhores miradouros de toda a região.

Palmela
Palmela

Palmela foi reconquistada aos Mouros pelo 1º Rei de Portugal, D. Afonso Henriques (séc. XII) com a ajuda dos Cavaleiros da Ordem de Santiago de Espada, que recompensou doando-lhe estas terras para povoamento e defesa. No séc. XV foi fundado um Convento no interior do Castelo, que serviu de Sede a esta Ordem Religiosa e Militar, e que actualmente alberga uma Pousada. Palmela é também uma importante região vitivinícola, onde se produzem vinhos de mesa de excelente qualidade, bem como um vinho generoso conhecido como Moscatel de Setúbal. É esta actividade que dá origem às mais importantes festividades da vila, as Festas das Vindimas que se realizam no início de Setembro, e incluem no seu programa cortejos, espectáculos e largadas de touros.

7 COMENTÁRIOS

  1. Fiquei apaixonada e com vontade de conhecer todos eles. Provavelmente, irei a um deles na minha próxima (e rápida, infelizmente) passagem por Lisboa.
    Poderia ter no texto como se faz para chegar em cada um dos locais, se têm fácil acesso por transporte público etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here