Início Viagens 10 locais de sonho para visitar na Serra da Estrela

10 locais de sonho para visitar na Serra da Estrela

É a maior serra de Portugal continental apaixona quem a visita. Descubra 10 locais de sonho para visitar na Serra da Estrela. Anote na sua agenda!

2
serra da estrela
Covão da Ametade

É a maior serra de Portugal Continental e um destino excelente para quem procura locais onde passar férias em contacto com a Natureza. Repleta de pequenas e encantadoras aldeias que ainda mantêm vivas as tradições seculares do povo que nelas habita, a Serra da Estrela atrai cada vez mais turistas, não só no Inverno, coma neve, mas também cada vez mais nas restantes estações do ano. Para tal, muito ajudam os acessos cada vez melhores, uma gastronomia de excelência e o saber receber do povo que vive nestas paragens. Descubra 10 locais de sonho para visitar na Serra da Estrela.

 

1. Loriga

Loriga
Loriga

Loriga é conhecida como a “Suíça Portuguesa” devido à sua extraordinária paisagem e localização geográfica.

Loriga
Loriga

Rodeada por montanhas, das quais se destacam a Penha dos Abutres (1828m de altitude) e a Penha do Gato (1771m), é abraçada por dois cursos de água: a Ribeira de Loriga ou “Courelas ou “Nave”, e a Ribeira de S.Bento. A Ribeira de Loriga, é um dos maiores afluentes do Rio Alva.

 

2. Linhares da Beira

Linhares da Beira
Linhares da Beira

Aldeia medieval do séc. XII, Linhares da Beira possui uma diversidade arquitectónica ímpar, fruto do legado de várias épocas. Em 1169, recebeu o seu primeiro floral, atribuído por D. Afonso Henriques.

Linhares da Beira
Linhares da Beira

Mas só mais tarde, no reinado de D. Dinis, foi erigido o seu imponente Castelo, ex-líbris da aldeia e principal cartão de visita nos nossos dias. Deambular pelas ruas desta aldeia museu é fazer uma incursão ao passado, à sua história, e sentir a brisa do Vale do Mondego e acariciar-nos o rosto.

 

3. Alvoco da Serra

Alvoco da Serra
Alvoco da Serra

Situada no coração do Parque Natural da Serra da Estrela, Alvoco da Serra é uma localidade de fortes tradições e origens muito antigas, conservando alguns vestígios da presença dos romanos, nomeadamente uma calçada onde foram encontradas moedas da época.

Alvoco da Serra
Alvoco da Serra

Em redor, não faltam múltiplas possibilidades para óptimos passeios, à descoberta das maravilhas e segredos da serra, entre lendas e histórias antigas.

 

4. Poço do Inferno

Poço do Inferno
Poço do Inferno

Subindo paralelo à Ribeira de Leandres e seguindo por caminhos estreitos, onde não passa mais do que um carro, chegamos a um dos ex-libris da Serra da Estrela e uma das mais bonitas cascatas do país: o Poço do Inferno!

Poço do Inferno
Poço do Inferno

Aqui, no coração da Serra a 1080 metros de altitude, as águas são geladas, como não poderia deixar de ser nesta altura do ano. Cristalinas e transparentes convidam a um mergulho, noutra altura do ano, pois claro!

 

5. Museu do Pão

Museu do Pão
Museu do Pão

O Museu do Pão, sediado em Seia na Quinta Fonte do Marrão, é um museu privado que pretende recolher, preservar e exibir os objectos e o património do pão português nas suas vertentes: etnográfica, política, social, histórica, religiosa e artística.

Museu do Pão
Museu do Pão

O projecto do Museu do Pão remonta a 1996, surgindo na sequência de sinergias criadas entre historiadores, empresários e docentes. Desde esse ano de 1996 e até à sua abertura, a 26 de Setembro de 2002, procedeu-se à recolha do espólio, seja através de compra em antiquários, alfarrabistas e leilões, seja através de doações.

 

6. Cabeça

Cabeça
Cabeça

Em plena serra da Estrela encontramos a aldeia de Cabeça, uma pitoresca aldeia onde predomina o casario em xisto, um local repleto de encantos e histórias que vale a pena desvendar.

Cabeça
Cabeça

A tradição e a identidade desta aldeia está muito associada ao cultivo dos campos em socalco e à pastorícia.

 

7. Covão da Ametade

Covão da Ametade
Covão da Ametade

O Covão da Ametade é um dos locais mais simbólicos  e mais belos da Serra da Estrela. Está localizado no início do Vale Glaciário do Zêzere. Trata-se de uma depressão mal drenada situada num covão glaciar a jusante do covão cimeiro.

Covão da Ametade
Covão da Ametade

Apesar do local estar a uma quota perto dos 1500 metros de altitude, só não está acessível nos dias de inverno mais rigoroso em que as estradas não permitem passagem devido à queda de neve.

 

8. Sabugueiro

Sabugueiro
Sabugueiro

Reza a história que esta freguesia surgiu a partir de um aglomerado de cabanas de pastores que aproveitavam os pastos para as suas ovelhas e cabras.

Sabugueiro
Sabugueiro

Em antigos documentos aparece chamada de “Vila de Sabugária”. É por isso, povoação muito antiga, de que dão notícias as Inquirições de D. Afonso II, em 1296, onde se chama “Sambugueiro”, Sabugário e Sabugueiro (Bigotte, 1992).

 

9. Folgosinho

Folgosinho
Folgosinho

Encimando a bonita vila de Folgosinho, na vertente Norte da Serra da Estrela, o Castelo de Folgosinho compunha um triângulo defensivo no vale do rio Mondego, juntamente com o de Linhares e o de Celorico da Beira.

Folgosinho
Folgosinho

As origens do Castelo são difusas, dizendo o saber popular que a sua fundação terá sido atribuída ao guerreiro Viriato, que aqui terá nascido, enquanto que outros estudos arqueológicos apontam para uma fundação medieval, na continuação do povoamento da região.

 

10. Vale do Rossim

Vale do Rossim
Vale do Rossim

Em pleno coração da Serra da Estrela , mais concretamente nas Penhas Douradas, e junto ao maior vale glaciar da Europa, estende-se este mando de água que no Verão atrai tudo o que são veraneantes das redondezas.

Vale do Rossim
Vale do Rossim

O núcleo de recreio de Vale do Rossim situa-se a uma altitude média de 1437 metros. Antes da construção da barragem, constituía uma das melhores pastagens de altitude do concelho de Gouveia. O local foi, quase desde sempre, frequentado pelos rebanhos de transumância, rebanhos que se juntavam por estes lados desde o São João até às festas do Sr. do Calvário, em Agosto.

2 COMENTÁRIOS

  1. A Serra da Estrela é um lugar… perdão, um conjunto de lugares absolutamente fantásticos. A variedade é inigualável e transporta qualquer visitante para a sua própria história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here