Início Sociedade Turistas brasileiros em Portugal: 16 histórias que parecem piada mas são reais

Turistas brasileiros em Portugal: 16 histórias que parecem piada mas são reais

Cada vez recebemos mais turistas do país irmão mas por vezes a comunicação provoca situações caricatas. Histórias de turistas brasileiros em Portugal.

186062
62
PARTILHE

ATENÇÃO: esta publicação serve apenas para ilustrar confusões de comunicação e diferenças culturais. Não tem como objectivo fomentar a discórdia nem provocar conflitos e deve ser lida com muito humor!

Portugal recebe cada vez mais turistas do nosso país irmão, o Brasil. Chegam muitas vezes à procura das suas raízes e da terra de que falavam os seus antepassados. Mas embora falemos a mesma língua, por vezes surgem algumas falhas na comunicação ou diferenças culturais que podem originar situações caricatas. Veja alguns exemplos.

Café?, por Nina Paduani

Meus pais e meus tios estão em Lisboa. Vão ao restaurante almoçar. No final, o garçom pergunta:
—Café?
Meu pai:
— Um, por favor.
Meu tio:
— Dois!
Minha tia:
— Três!
Passam alguns minutos e lá vem o garçom.
Com seis cafés.

Via Facebook: NinaPaduani

separador

Como vem o bife?, por Giuliana Miranda Santos

Querendo me informar mais sobre os acompanhamentos de um dos pratos de um restaurante em Alfama, perguntei ao garçom:
— Mas como vem esse bife aqui?
Ele prontamente me respondeu:
— Alguém o traz da cozinha!

Via Facebook: rafaelcapanema

separador

Leitão à bairrada, por Claudio Eduardo

Uma vez fui a um restaurante de um prato só que servia leitão à bairrada:
— Oi, como é o leitão à bairrada?
— Ora, não sabes o que é um leitão?
— Sim, mas o que é à bairrada?
— A região onde estamos.

Via Facebook: rafaelcapanema

separador

Pasteizinhos de Belém, por Raphael Delorme Magalhães

Meu padrasto estava em um ônibus em Portugal com a família e viram em um outdoor escrito algo como “Pasteizinhos de Belém, desde 1920” e uma foto dos pasteizinhos.
Ele comentou com a família, brincando:
— Olha, gente! Desde 1920!
No que uma senhora portuguesa interrompeu:
— Me perdoem, mas aqueles já foram comidos, chegando lá vão encontrar outros fresquinhos.

Via Facebook: alelex88

separador

62 Comentários

  1. Isto é claramente treta. Quando muito são piadas criadas por brasileiros com alguma imaginação.
    Ou então se foi real, foram gozados à grande e não perceberam!!

  2. rafaelcapanema: “Como vem esse bife aqui? Nao achas isso uma pergunta extremamente estupida? estas a falar de que exactamente seu brasuca de m. rda. E obvio que o empregado de mesa deu essa resposta a gozar.

    • Muito fraquinhas e fantasiosas , coisa típica de brasileiros… Como esta: Um senhor brasileiro pergunta a uma senhora em Lisboa: Como faço para chegar ao Castelo de São Jorge? E a senhora lhe responde: O senhor pode ir de táxi, a pé, ou de elétrico podes escolher !

      • Os brasileiros adoram rir dos portugueses mas na verdade o motivo de riso são eles próprios pois não entendem a linguagem dos portugueses. O contrário não acontece. Os portugueses entendem tudo e sabem tudo dos brasileiros.

        • Zulmira, talvez seja pelo fato do Brasil exportar uma forte mídia para Portugal e ao mundo (Brasil possui o 2º- maior sistema de televisão e mídia do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos da América) e por isso, dos portugueses saberem mais sobre da linguagem brasileira.
          Pela tamanho populacional dos portugueses, e pela pouca notoriedade em relação ao Brasil, os brasileiros pouco conhecem sobre o cotidiano dos portugueses, tal como a linguagem do Português de Portugal que é extremamento nulo no Português Brasileiro.

    • E o senhor, Vitor, um estúpido, mal humorado e talvez, quem sabe, um fdp, tal como dizemos cá no Brasil. Concorda?

  3. Não me importo com piadas, fazem parte do dia a dia e servem pra diminuir o mau humor de muitos aqui, como já pude observar nos comentários. Pena que a maioria das piadas de portugueses aqui no Brasil, ainda são da época que os portugueses contavam piadas de seus conterrâneos de Trás os Montes, já que os achavam ignorantes e caipiras, foi assim que surgiu piadas de português no Brasil, pra quem ainda não sabe. Piada não sendo ofensiva e nem com palavreados chulos, é uma excelente diversão. Quanto ao Hilário, nós mesmos fazemos piadas com a gente mesmo, e não levamos a sério, levamos na esportiva e aproveitamos pra dar boas risadas.

  4. Isso é uma realidade eu mesmo chegando em Portugal queria fazer um embrulho para presente e perguntei ao vizinho se ele tinha durex ele me olhou de lado e perguntou para que que eu queria eu saí sem falar nada pois pensei que ele estava de má vontade e depois é que fiquei sabendo que era durex é camisinha

    • Na verdade, Durex é uma marca específica de preservativo masculino, que deve ser tão vendida em Portugal que virou sinônimo de camisinha. Esta marca só agora começa a chegar no Brasil.

  5. Em uma viagem também a Lisboa peguei um táxi para um centro comercial e disse pode parar por aqui moço… Ele quase me bateu!! Disse que não era moleque.. Enfim.. Não falei com intenção de ofender. Aqui no Brasil é comum. Outros portugueses me disse que o taxista deveria estar de péssimo humor.

    • Os taxistas são muitas vezes pessoas mal humoradas. Chamar de moço é como dizer que ele é um adolescente, aqui moço ou moça é um adolescente. o mesmo que rapaz ou rapariga. Penso que ele se fosse educado e culto teria ignorado isso. Infelizmente ainda temos taxistas assim na praça.

    • Eu aqui no Brasil chamo uma mulher ou um homem adultos de senhora ou senhora e ouço: “senhora ou senhor não! Essa ou esse está no céu!” Aqui até uma pessoa de 80 anos é moço ou moça.

  6. As piadas quando não são ofensivas, até são uma óptima forma de melhorarmos o nosso humor. O problema é quando as piadas servem só para ofender. Aí tem que se dar uma resposta a condizer.
    Passo a descrever o que sucedeu comigo numa das vezes que fui passar uns dias ao Brasil.
    Um grupo de brasileiros armados em finos, para tentarem esconder a sua inferioridade face aos Europeus disse a seguinte barbaridade: Os Portugueses que estão no Brasil são todos padeiros.
    Aí tive que lhes responder da mesma moeda mantendo o nível da conversa num patamar muito baixo: As Brasileiras que estão em Portugal são todas putas (moças de programa)

    • Inferior? Vc esta se achando quem? Tao latino qto nós. Aí na Europa vcs são considerados de segunda linha tanto qto nós. Pelo menos na América do Sul somos o país mais importante. Aliás em todo hemisferio sul.
      Só o Pib do meu estado é maior q portugal…uma pena termos sido colonizados por portugal. Só estamos mandando de volta o q deixaram de pior aqui. Recebemos muitas putas suas aqui tbem.

      • Cala-te Marcelo que o teu país com o Temer está indo pró brejo, rapaz! A continuar assim, o vosso PIB vai ser inferior ao das Berlengas!

      • Marcelo, olha que o governo atual está tratando de colocar o Brasil com um PIB bem ruim, hein? O PIB não é tudo na vida de uma nação, rapaz! E olha que se não fosse a colonização portuguesa com um rei que foi o único soberno de uma nação colonizadora a viver na colónia por 13 anos o que teve como consequência a unificação do país dando origem a esse colosso de que tanto te orgulhas. Tivessem sido colonizados por espanhóis e terias o território todo dividido por vários países. Putas portuguesas no Brasil, Marcelo? Ó rapaz essa demais! As portuguesas não são bigodadas? Como elas poderiam se prostituir num país de homens que não suportam mulheres bigodadas, só bombadas. As prostitutas portuguesas jamais viriam para o Brasil, moço, tem outros países para irem e onde são apreciadas.

        • Voce leu o q postei? Quem falou de portuguesas bigodadas? Sou neto de portugueses e italianos. Respeito o país dos meus ancestrais.

        • Estao vendo? Vcs tem senso de humor tbem. Nao levem tanto a sério a postagem das piadas. Minha mae esta bem sim. A sua manda abracos daqui do Brasil…arrumou emprego em uma padaria e ja raspou os bigodes.

    • Prezado Senhor Joaquim Esteves,
      Acredito que pessoas como o senhor devam ser minoria. Haja visto que, nós brasileiros temos sim muito a ser corrigido, no entanto somos um país lindo , de um povo especialmente diverso, nos orgulhamos de nossas diferenças e são estas que nos fazem culturalmente ricos. Li diversas barbaridades em alguns comentários, e dentre estas, posso garantir que a sua beira a total ignorância.
      Este tipo de comportamento fomenta a intolerância e a violência que tanto nos preocupa no mundo de hoje.
      Visualizei comentários do tipo: “brasileiros deturparam nossa língua” e outros tantos…Não deturpamos a Língua Portuguesa, falamos uma língua portuguesa que sofreu várias outras influencias , porque somos uma Nação formada por portugueses, índios, negros, italianos, japoneses, alemães e tantos outros povos…Somos uma Nação de aproximadamente 206 milhões de habitantes… Somos um continente…Fomos colônia sim (de exploração, diga-se de passagem)… Temos muitas desigualdades sociais sim!
      Enfim , sou Brasileira, filha de italianos ( como tantos outros) , não sou PUTA Senhor! Não me acho melhor ou pior do que nenhuma pessoa digna que viva neste planeta…Mas me acho que melhor que gente como você!

  7. O problema aqui, é que o brasileiro adoptou o “brasileres” e só diz e escreve asneiras com a lingua que utiliza, nada mais!

  8. Na verdade os portugueses falam correto, nos brasileiros é que não sabemos nos expressar, por exemplo, freio de carro para nós brasileiros, aqui é travão ou seja vc pisa e trava, freio na verdade é paracido com cabresto de cavalo que vc puxa e ele para.

  9. Pois…

    Lamento informar que muitas respostas são mesmo para confundir o turista. São uma piada que lhes fazemos. Para o “tal” ilustrar de confusões quando nos visitam. O português gosta de dar umas respostas vagas e tontas (tipo: quer um café? já ou agora?). Questão cultural. Humor seco…whatever!
    Sou de Guimarães e há uns anos um casal de turistas brasileiros perguntou a uma pessoa amiga onde foi que nasceu Portugal. A pessoa respondeu naturalmente que foi aqui (pelo menos como reza a história). Mas os turistas brasileiros insistiam em saber o local exato.
    Ora…a história é documentada e cada um a conta da sua forma. O local onde se travou a Batalha de São Mamede foi algures por aqui, nestas terras. O sitio exato onde se travou a batalha não se sabe com certezas.
    Com tanta insistência, a pessoa minha amiga respondeu-lhes que foi ali: No pedaço de muralha junto ao Toural, cuja fotografia existe em todo o lado e que diz “Aqui Nasceu Portugal”. E lá foram eles tirar fotos…….
    E pronto! Perante isto é normal que ás vezes demos assim umas respostas.

  10. “Pasteizinhos”? hã, hã, não seriam antes Pastelinhos? Não há dúvida de que tudo isto é invenção de brasileiros. Mas se não for, quem tem sido alvo de piada são os próprios brasileiros. De facto, como o garçon do restaurante que dizem ter sido o preferido de Fernando Pessoa vai saber qual era o prato preferido dele se o poeta morreu em 1935? Só alguém idiota iria fazer uma pergunta imbecil dessas! A resposta do garçon foi perfeita!

  11. Aconteceu comigo no Rio de Janeiro com duas amigas brasileiras como testemunhas. Na rua, um rapaz ouviu-me falar e perguntou-me de onde eu era e eu respondi-lhe: “De Portugal!” resposta dele: “Uau, mas você fala português muito legal!” As minhas amigas comentaram: “Eita e somos nós que contamos piadas de vocês. Putz grila!” hã, hã …

  12. Não curti estas invencionices, muito sem criatividade. Que pergunta mais sentido de “como vem o bife”? A resposta do garçom demonstrou humor inteligente.

  13. Sou brasileiro, do Rio de Janeiro. Já fui a Portugal algumas vezes e em todas elas me deparei com diferenças não apenas no uso fo idioma, mas também na forma como as pessoas tratam umas às outras. E rapidamente entendi que o que vi são apenas diferenças. Se eu quisesse conviver com gente que pensa e fala igual a mim, ficaria em casa. Aliás, como disse Caetano Veloso na canção “Sampa”, fazendo autocrítica, quando, saindo do interior da Bahia, foi viver na cidade de São Paulo, “Narciso acha feio o que não é espelho”. Se há algo que, definitivamente, não é recomendável a um turista é ser narcisista. Aliás, nacionalismo exagerado é coisa de quem não gosta de gente. E isto vale para brasileiros e portugueses.

    • É bem isso.
      Diferenças culturais que devemos ambos respeitar.
      Nós, brasileiros, não levamos tudo tão “ao pé da letra”, tão “ipses literis “. O mais importante pra nós é a comunicação, já que somos muito comunicativos. Perguntar como vem o bife é querer saber de que jeito ele é apresentado.Se tem acompanhamento de fritas, por exemplo, se é acebolado, se vem com molho madeira etc.
      Nem todo bife é igual..É óbvio que o bife não vem à nado, ou à galope. Pra nós isso é muito claro.

  14. Os nossos irmãos Brasileiros, adoram não só nomes pomposos, palavra chique como garçom, petit Gâteau e papai noel, mas também fazer gracinha com os Portugueses, como o filho pretensioso que adora desdenhar do pai, só para se sentir moderno e cosmopolita. Estou a lembrar-me da actriz Maité Proença que num programa da TV Globo, revelou um pouco de si, chamando ignorantes aos Portugueses, a propósito do número 3 invertido, numa porta em Sintra, desconhecendo o seu significado simbólico.

  15. Infelizmente só estive uma vez em Portugal, em Lisboa, na verdade. Amei a cidade, as pessoas, a comida. Planejo voltar em breve, para conhecer mais lugares .

  16. São piadas. O que existe na verdade são expressões idiomáticas com sigificados distintos: Bicha em Portugal é Fila no Brasil. Prego em Portugal é um sanduiche e no brasil é prego mesmo. Rapariga em Portugal é moça e no nordeste do Brasil é puta. Puto em Portugal é guri no Brasil. O maior problema é o português ter que tomar uma injeção na bunda, estando no Brasil… pediria uma pica ao cu. Desculpem, não resisti

  17. Estive em Lisboa, Porto, Coimbra, Braga há poucas semanas e amei Portugal. Achei os Portugueses cordiais, atenciosos e muito educados. Portugal vive um momento econômico muito positivo de de grande desenvolvimento. Aconselho aos Brasileiros que visitem Portugal. As diferenças linguísticas e culturais, por óbvio, sempre existirão. Entretanto não podemos negar nossos fortes laços culturais. Não vejo porque não nos considerarmos povos irmãos. Não há porque nos reconhecermos com base em visões preconceituosas e arcaicas. Devemos nos ver comi dois grandes países que marcam seu lugar no mundo contemporâneo.

  18. Meus caros tenho família brasileira e é um facto que o nosso sentido de humor é diferente.
    È frequente ter de lhes explicar as piadas.
    A de ” como e que vem o bife ” já a testei varias vezes e eles genuinamente não compreendem a piada.
    Pelo que dizem os humoristas brasileiros o sentido de humor no brasil e muito mais direto.
    Assim um herman vs Jo

  19. Entristece-me imenso alguns destes comentários. As piadas expostas, criadas ou reais, são só piadas. Sou portuguesa, tenho imenso amigos brasileiros e já tive a felicidade de viajar ao Brasil várias vezes. Sempre me senti bem vinda e tratada com respeito. Acho o povo brasileiro fantástico e admiro a sua cultura tão rica. Claro que somos diferentes. Temos uma história diferente, culturas diferentes, mas parte de um percurso feito em conjunto. Pessoalmente, agrada-me a musicalidade do sotaque brasileiro e a riqueza de vocabulário que engrandece a lingua portuguesa. Bem hajam os nossos irmãos brasileiros.

  20. Acredito que alguns deste casos narrados tenham realmente acontecido e, quase todos terão enquadramento nas formas distintas que são a forma de falar o português…
    De qualquer forma, sabemos que muitos brasileiros (por pura ignorância) nos tratam como se fossem intelectualmente superiores – o que não é verdade nem de longe nem de perto…
    Certo dia, numa loja do aeroporto Guararapes, no Recife, quando me preparava para comprar uma t-shirt de menina que tinha escolhido, a funcionária diz-me:
    – Não leva a saia? Estou oferecendo!
    Ao que eu respondi que não. Só levaria a t-shirt. Repetiu ela:
    – Mas estou oferecendo!
    -Ai está? Então está bem. Eu levo.
    Aproximou-se da caixa e faturou ambas as peças!
    Então eu disse: Afinal como é? Está a debitar-me a saia?
    – Claro! Não leva as duas?…
    Eu levaria as duas se a saia fosse oferecida, como a senhora me disse. Para sua informação OFERECER em português é DAR, não vender!
    Claro que não trouxe a saia….

  21. O “alemão” Joaquim marca um encontro com seu primo Manoel em um shopping . No caminho ao subir na escada rolante a mesma pára por um defeito mecânico, por mais de três horas. -Não pude acá chegarr a tempo, diz o “alemão” Joaquim a seu primo. Estava a me mover pela escada quando de todo ela parou… continua a falar. Como consequência fiquei por mais de três horas parado e em pé, finaliza o “alemão”. – Parado, em pé? Oras bolas, Joaquim, como tu és burro. Em pé parado numa escada rolante… Por que tu não assentaste, gajo??

  22. Então vamos lá ! sou cidadãob portugués radicado em brasília.Posso falar por experiência que aqui vivo há 7 anos e o que acharem impossível por parte humano fazer sem lógica ,aqui para eles é normal. Quando vou num restaurante e se pedir 1 Bitoque , o garçon fica olhando para mim! ( bitoque lá significa beijo na boca.)Caso tenhas 1 empresa e precisares de 1 funcionário para part time . Muito cuidado com as palavras que eles usam . Eles fazem bicos (faze 1 extra,part-time _ quebra – galho) Não o brazuka não vai quebrar 1 galho ou ramo de 1 árvore ,mas sim fazer 1 part time / Extra.
    Pedes 1 bife… eo garçon fala … mal passado para bem /mal . muitao mal passado / ao ponto / ao ponto para bem / So ponto para mal .Bem passado / bem passado para bem , bem passado para mal …desisto tem mais oki ….kkkk
    Entras numa lanchonete vés a vitrine … deparas com 1 éclair , chamas o funcionario(a) e fazes o pedido … e ele fica olhando para ti.Senhor qual o nome desse bolo por favor .ahhhh a bomba . Éclair = bomba . Vais ao mac donalds pedes 1 menu big mac …ninguém sabe o que é . Menu lanche da promoção. Vais ao mercado pedes uma caixinha de natas …ninguém sabe o que é! se chama créme de leite. Vais a 1 açougueiro pedes 1 costeleta de vaca de 1 kilo …nao tem ..mpedes t-bone ja tens. Pedes 1 hamburguer eles chamam de bomba …. kkkk atenção éclair= bomba / hamburger =bomba . Pedes 1 batido .. eles nao sabem o que é …eles chamam de milkshake. Vais á padaria pedes papo secos e ninguem sabe o que é …tens de falar pao salgado ou pao francés.
    Pedes 1 café , te enchem a xícara ate cair fora .Mandas chamar a rapariga , cuidado bo brasil significa piranha puta .Motoristas de ónibus (autocarro…. lombas # quebra molas para eles.
    Comboio = trem.
    Dirigir por aqui …nao sei dirigir pelo brasil . Setas pisca pisca . este nao existe. Circular , dar prioridade á direita nao existe. Asfalto = estrada. Morar na rossa da capital do brasil tem destas coisas. Chácara – = quinta
    Bem fui brando .Tem tanta coisa que oara 1 ser hunano tal facto ser impossivel , por ser sem logica .Brazuka faz o qymue nao tem lógica até reparar quando dá errado aí aprende.
    Só não entendo o potmrqué de tanta piada do portugués se o próprio brazuka é piada no dia a dia. Não estou criticando . A formação é muito baixa mesmo.
    Agora fica 1 ponto no ar sobre o brasileiro , este é sem lógica mesmo ou faz parte do sangue do brasileiro ver estas coisas sem lógica nenhuma. O que está errado aqui .Nós portugal ou brasil que tem coisas bem difeentes deles a actuaren e falarem dessa forna . Ben vou ficar por aqui …nao va meu argunento virar off topic .

    😉
    .1 bem haja a todos

    • Nossa, quanta bobagem. São palavras diferentes. Porque fazemos coisas sem lógica? Tudo bem que os brasileiros no geral tem uma formação inferior aos portugueses na média. Mas confesso que foi muito complicado entender o que escreveu. Com certeza faltou nas aulas de português e não tem capacidade de formar frases. Agora, o Brasil é muito grande e Portugal distante, ao longo dos tempos palavras foram criadas…todas ou a maioria que citou foram criadas depois que nos libertamos de vocês, então são diferentes mesmo. Agora bomba= hamburguer? Talvez aí em Brasília…aqui em SP é hamburguer mesmo. Mas tudo bem, aproveite a diversidade cultural e aprenda novas palavras, se tiver capacidade. Mas uma coisa me ficou na cabeça….ganhou o beijo na boca do garçom?? Kkkk um abraço do outro lado do atlântico…a bitoca não dou em homens não.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here