Início Viagens Os 10 locais mais bonitos do Parque Nacional Peneda Gerês

Os 10 locais mais bonitos do Parque Nacional Peneda Gerês

Santuário Natural de excelência, é uma das mais intocadas e puras regiões nacionais. Descubra os 10 locais mais bonitos do Parque Nacional Peneda Gerês.

77619
0
PARTILHE
Gerês

Os 10 locais mais bonitos do Parque Nacional Peneda Gerês

O Parque Nacional Peneda Gerês é o mais fabuloso santuário natural de Portugal. Engloba 4 serras: Gerês, Peneda, Soajo e Amarela, numa extensa área que engloba partes do Minho e de Trás-os-Montes. Visitar o Gerês é mergulhar em cascatas de rios cristalinos, é passear por aldeias genuínas, é sentir as tradições vivas do povo, é contactar com a natureza em estado puro. Viaje connosco e descubra os 10 locais mais bonitos do Parque Nacional Peneda Gerês.

1. Santuário Nossa Senhora da Peneda

O Santuário de Nossa Senhora da Peneda, em Arcos de Valdevez, na freguesia de Gavieira, a caminho da vila de Melgaço, tem como data provável de inicio da sua construção, finais do século XVIII, a julgar pela data inscrita na coluna existente ao cimo da escadaria de acesso.

Santuário da Peneda – Gavieira

Acredita-se que neste local tenha existido uma pequena ermida construída para lembrar a aparição da Senhora da Peneda, cujo culto foi crescendo e motivou a construção do santuário. Este lugar de culto é constituído pelo designado, escadório das virtudes, com estatuária que representa a Fé, Esperança, Caridade e Glória, datada de 1854, a igreja principal, terminada em 1875, o grande terreiro, o terreiro dos evangelistas e a escadaria com cerca de 300 metros e 20 capelas, com cenas da vida de Cristo.

2. Ponte da Misarela

A Ponte da Misarela (ponte do diabo) localiza-se sobre o rio Rabagão, a cerca de um quilómetro da sua foz no rio Cávado, na freguesia de Ruivães, concelho de Vieira do Minho, distrito de Braga, em Portugal. Liga as freguesias de Ruivães à de Ferral, no concelho de Montalegre.

Ponte da Misarela

Está implantada no fundo de um desfiladeiro escarpado, assente sobre os penedos e com alguma altitude em relação ao leito do rio, sendo sustentada por um único arco com cerca de 13 metros de vão. Foi erguida na Idade Média e reconstruída no início do século XIX.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here