Início Viagens O que visitar no Alentejo?

O que visitar no Alentejo?

Não é surpreendente que o Alentejo esteja cada vez mais na moda. São muitas as maravilhas desta região. Afinal, o que visitar no Alentejo?

55719
2
PARTILHE
Castelo de Vide

O que visitar no Alentejo?

O Alentejo é uma das regiões mais belas e genuínas de Portugal e começa a destacar-se internacionalmente e a captar a atenção de cada vez mais turistas. Terra de planícies ondulantes, casas caiadas e praias imaculadas, visitar o Alentejo é partir à descoberta de algo novo em cada estação do ano. O verde da primavera, as mil e uma cores das flores no Verão e a melancolia do Outono encantam quem visita o Alentejo. Descubra um pequeno paraíso cheio de cantos e recantos para visitar. Venha daí visitar o Alentejo!

1. Évora

Foto: Joana Vidal
Foto: Joana Vidal

Évora deve o seu nome original Ebora aos Celtas e é uma das cidades históricas mais belas do mundo. Os Romanos construíram o seu templo glorioso em honra do imperador Augusto e a nobreza portuguesa mandou erguer palácios imponentes, capelas, conventos, igrejas e a majestosa catedral gótica. Vestígios de diferentes épocas e civilizações mantêm-se praticamente intactos numa cidade onde as pessoas passeiam por ruas calcetadas medievais. Amplas arcadas cedem passo a pitorescas praças, onde se encontram lojas de artesanato e modernas boutiques de marcas. Os cafés com esplanadas convidam-no a relaxar, enquanto os bares e restaurantes oferecem uma viagem gastronómica pela região sul do país. Deixe as preocupações do mundo moderno e acolha o charme de Évora – a cidade mais romântica do Alentejo! Contemple a história romana de Évora no Templo de Diana ou passeie pela zona mourisca a norte da cidade. Uma das principais atracções de Évora é a Capela dos Ossos, onde centenas de ossadas humanas expostas nas paredes e no tecto ficarão certamente gravadas na sua memória. A abundância de monumentos da cidade levou à sua classificação como Património da Humanidade pela UNESCO, que a considerou “o melhor exemplo de uma cidade da Idade do Ouro portuguesa após a destruição de Lisboa no sismo de 1755”.

2. Elvas

Elvas
Elvas

Às portas de Espanha, distando apenas 8 km (em linha recta) da cidade de Badajoz, Elvas foi a mais importante praça-forte da fronteira portuguesa, a cidade mais fortificada da Europa, tendo sido por isso cognominada “Rainha da Fronteira”. Elvas alberga o maior conjunto de fortificações abaluartadas do mundo as muralhas de Elvas, as quais em conjunto com o centro histórico da cidade são Património Mundial da Humanidade, título atribuído pela UNESCO a 30 de Junho de 2012. Os Godos e os Celtas terão sido os primeiros povoadores desta autêntica “cidade-fortaleza”, que hoje se estende para além das suas muralhas em forma de estrela. Os romanos deram-lhe o nome “Helvas”. Em 714, os Árabes conquistaram-na, deixando estes primeiros tantas marcas da sua presença que algumas ainda perduram até aos nossos dias. No reinado de D. Afonso Henriques, mais precisamente em 1166, Elvas foi conquistada aos Mouros pela primeira vez. Posteriormente foi reconquistada e perdida de novo, sendo integrada definitivamente em território português por D. D.Sancho II, em 1229. O primeiro foral foi-lhe outorgado no mesmo ano, por D. Sancho II; teve um novo foral em 1513, concedido por D. Manuel I de Portugal, que marcou a elevação de Elvas à categoria de cidade. A 14 de janeiro de 1659, as suas linhas de muralhas e os fortes de Santa Luzia e da Graça tiveram um papel defensivo importante no desfecho da Guerra da Restauração, na Batalha das Linhas de Elvas.

2 Comentários

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here